terça-feira, 2 de outubro de 2012

JG - JORNAL DO GUMA

COMUNIDADE

AVARÉ PRESENTE NA MARCHA EM 
PROL DOAÇÃO DE ORGÃOS EM JAHÚ



A Campanha Doe Órgãos Salve Vidas participou no último dia 29 de setembro da 1ª Marcha pela Conscientização da Doação de Órgãos em Jaú/SP.
A marcha foi organizada pela equipe de médicos, enfermeiros e voluntários do Hospital Amaral Carvalho. O trajeto percorrido foi entre o Hospital Amaral Carvalho e a Praça da República, (Jardim de Baixo), sendo que um carro de som comandado pelo Dr. Eduardo Pracucho responsável pela CIHDOTT - Comissão Intra Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos divulgava mensagens de incentivo á população. 
Já na praça os organizadores montaram equipes para divulgar todas as informações pertinentes à doação de órgãos, tecidos, sangue e prevenção de vários tipos de câncer. Outras equipes fizeram teste de glicemia capilar e monitoramento de pressão arterial. A animação ficou por conta dos Remédicos do Riso, grupo formado por voluntários que procuram levar um pouco de alegria aos pacientes daquele hospital. 
A marcha também foi comemorativa ao Dia Nacional da Doação de Órgãos e Tecidos, 27 de Setembro. Para ser doador de órgãos devemos deixar bem claro esta vontade aos nossos familiares pois só eles poderão autorizar essa doação.
Texto: Wilson Roberto Roesener - Diretor Secretário - Fotos: Rita Roesener - Diretor Comissão Permanente de Imagem Pública de Rotary. RC de Avaré Jurumirim - D-4620


Santa Casa obtém certificado por 
destinar corretamente seus resíduos


Consciente da importância fundamental de respeitar a natureza, a Diretoria Administrativa da Santa Casa de Misericórdia de Avaré contratou a empresa DPC Brasil, para gerenciar os resíduos provenientes dos seus serviços de diagnósticos por imagem.
Isso porque tais resíduos, caso sejam descartados de maneira incorreta, causam sérios danos à natureza e ao equilíbrio do meio ambiente.
Por meio do Certificado de número 20120910/01-SCMA, a DPC Brasil certificou no último dia 10 de setembro, que a Santa Casa destinou corretamente, 140 litros de substâncias provenientes de suas atividades de diagnóstico por imagem.
Dessa maneira, a instituição agiu em total conformidade com as normas e regulamentos aplicáveis no Estado de São Paulo e aprovados pela CETESB, no que diz respeito à preservação do meio ambiente.

DPC Brasil

Desde o ano de 1994, a DPC Brasil contribui de maneira decisiva na captação de resíduos produzidos pelas empresas da área médica, de impressão, de fotografia e demais indústrias e que necessitam de um destino final, de modo a não prejudicar o meio ambiente.
Texto de José Renato Fusco – Assessor Especial de Relacionamentos da Santa Casa de Misericórdia de Avaré