terça-feira, 6 de novembro de 2012

JG - JORNAL DO GUMA

CULTURA



EXPOSIÇÃO ITINERANTE DA USINA JURUMIRIM EM AVARÉ




Localizada perto de Piraju e Cerqueira Cesar, a UHE Jurumirim, com seu reservatório de 449 quilômetros quadrados, se faz presente na vida dos moradores da região.
O lago, de grande beleza e águas limpas, impulsionou o turismo importante para a economia dos municípios ao atrair banhistas, pescadores e adeptos dos esportes aquáticos.
Desde seus primórdios, a cinqüentenária usina com geração de 98 megawatts (MW) – suficientes para abastecer uma cidade com 900 mil habitantes – representou um importante passo para o desenvolvimento do Médio Paranapanema. Antes abastecidas por pequenas hidrelétricas, como a Usina de Piraju, ou por geradores das próprias prefeituras que funcionavam algumas horas do dia, cidades como Piraju, Avaré, Cerqueira Cesar, Itaí e Tejupá puderam regularizar o fornecimento de energia com o início da operação de Jurumirim.
Iniciada em 1956, a obra foi inaugurada em setembro de 1962 – ano em que João Goulart governava o País e Adhemar de Barros era eleito governador de São Paulo.
Aqueles que não vivenciaram o nascimento da usina podem conhecer um pouco sobre sua história visitando a exposição “Jurumirim 50 anos”.
A exposição é uma realização da Duke Energy em parceria com a Fundação Cesp, é comemorativa ao meio século de operação de Jurumirim , já que resgata a memória da hidrelétrica.
A mostra itinerante esta aberta a visitação em Avaré.
São 20 painéis com fotos antigas e atuais acompanhadas de textos explicativos que contam o contexto da época da construção da Usina na região do Paranapanema e no Brasil, além da biodiversidade da região e do Rio Paranapanema.
O acervo fica exposto até 17 de Fevereiro no CAIC  - Memorial Djanira para visitação das 9 as 17 horas de segunda à sexta feira.
Informações (14) 3732-5057