sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

JORNAL DA CIDADE


CULTURA


MUSEU MUNICIPAL RECEBE REPAROS DE EMERGÊNCIA

O Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico Artístico e Cultural de Avaré, CONDEPHAC, no primeiro semestre do ano passado oficiou a Prefeitura sobre a grave situação em que se encontra o imóvel que abriga o acervo do Museu Anita Ferreira de Maria.



Como nada foi feito, o atual administrador, Ailton Camilo relatou ao Conselho que o acervo ali existente corre perigo devido à infiltração e goteiras.
Para uma vistoria estiveram no Museu, o Secretário de Obras, Paulo Ciccone, da Cultura, Gilson Camara e o Presidentes dos Conselhos de Defesa do Patrimônio, Angela Golin e de Política Cultural, Gumercindo Castellucci, juntamente com o Diretor do espaço e estabeleceu-se um cronograma de reparos emergenciais para atendimento as questões de segurança tanto do prédio, como do acervo histórico e parte dos reparos emergenciais já foram realizados.
A direção do Museu informou que paralelamente esta promovendo uma reorganização geral e readequação dos itens expostos seguindo diretrizes do plano museológico do estado e já efetivou também um contato com a Secretaria do Meio Ambiente para o estudo da retiradas de algumas arvores do jardim da praça que estão contribuindo para o entupimento das calhas do museu.


CONDEPHAC E PREFEITURA DEBATEM QUESTÕES DE ACESSIBILIDADE


 

Diversos prédios tombados pelo CONDEPHAC – Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural de Avaré, tem problemas nos preenchimentos de quesitos legalmente obrigatórios de acessibilidade. Numa ação conjunta atendendo a diretrizes estabelecidas pelo atual governo, os dirigentes do CONDEPHAC, Ângela Golin e Gumercindo Castellucci com os Secretários Municipais, João Dalcim e Paulo Ciccone, visitaram esta semana três destes imóveis os prédios da FREA – Fundação Regional Educacional de Avaré, Paço Municipal e da Escola Municipal Maneco Dionísio, onde traçaram os procedimentos que serão realizados visando à questão da acessibilidade sem, ou com mínimo prejuízo a preservação dos mesmos.
Outros imóveis serão visitados e paulatinamente ajustados à referida questão.