quarta-feira, 29 de maio de 2013

JORNAL DA CIDADE

CULTURA  
ARTES PLÁSTICAS
Iza Perez expõe no Paço municipal
Soraya Maria da Secretaria de Cultura com a artista Iza Perez com suas obras
“Iza Peres em novo estilo” é o título da mostra da artista, aberta no início da semana no saguão do Paço Municipal, organizada pela Secretaria Municipal de Cultura. São 17 telas com técnicas e temáticas variadas. Nos últimos anos, a artista divulgou suas obras no exterior, tendo levado a sua arte em museus de Belgrado, na Sérvia.
Radicada em Avaré “por amor” desde o ano 2000, conforme ela revela, Iza Perez começou uma elogiada parceria com F. Tegani. Ela mostra preferência pela têmpera própria, técnica que destaca em murais em afresco e encáustica quente.
Ao longo de sua carreira a pintora teve várias conquistou prêmios no Mapa Cultural, na Fase Regional 2012. Obteve também o 2º lugar no concurso Museu Darcy Penteadoem São Roque e a Palheta de Bronze oferecida aos representantes do Brasil no exterior.
A mostra de Iza Perez pode ser visitada pelo público, de segunda a sexta-feira, durante horário comercial, na sede do Poder Executivo de Avaré. Informações pelo telefone 3732-5057.

PATRIMÔNIO
Município quer reaproveitar velha estação 
Através da Secretaria Municipal da Cultura e com apoio do Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural (Condephac), a Prefeitura da Estância Turística de Avaré aguarda a cessão de uso, pelo governo federal, do prédio da velha Estação Ferroviária, situada na Avenida Major Rangel.
Na última semana o assunto foi discutido, em São Paulo, com a superintendente do Patrimônio da União (SPU) no Estado, Ana Lúcia dos Anjos, que recebeu de dirigentes municipais a documentação necessária para que sejam cedidos ao município os imóveis da velha Estação, bem como será analisado pedido específico para cessão de uso também dos imóveis da atual estação, que está, porém, desativada desde meados dos anos 1990.
“Temos firme interesse em obter a cessão do uso da estação velha para ocupá-la legalmente e para restaurá-la, já que é uma construção significativa por registrar a importância da ferrovia na história do município”, afirmou a arquiteta Angela Golin, presidente do Condephac.
Lembrando que verba para esse fim já está prevista na dotação orçamentária de 2013, Angela Golin defende a restauração do imóvel. “Já foi contemplado um valor para o início das obras de restauro, no qual estão inseridos os serviços de limpeza do espaço, fechamento total com tapumes e balizamentos, o que evitará, de imediato, possíveis invasões e depredações”, explica.
A presidente do Condephac revelou ter sido elaborado projeto para ocupação do sítio histórico onde está situada a velha estação da Estrada de Ferro Sorocabana, por meio da montagem de um Museu Ferroviário e, no espaço remanescente, a utilização dos outros imóveis seria voltada ao segmento cultural.
“Temos conhecimento – conclui Angela Golin – de que o imóvel é hoje ocupado ilegalmente por uma família. Contudo, o Condephac já procurou a Secretaria da Assistência e Desenvolvimento Social do município para que, juridicamente, busque uma solução definitiva para a acomodação dessa família em outro local”.

OUTROS IMÓVEIS PLEITEADOS – Durante a reunião na SPU, representantes da Prefeitura também pleitearam a liberação de área existente no final da Rua Piauí, próximo à linha férrea, para que o INSS possa construir suas futuras instalações no município. Também fez parte dos pedidos feitos pela Prefeitura de Avaré à SPU a liberação dos barracões inativos do extinto Instituto Brasileiro do Café (IBC), que poderão ser recuperados e destinados a alguma empresa o indústria que tenha interesse em investir no município.