FAMPOP 2017

FAMPOP 2017
Espaço cedido para Cultura de Avaré

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

JORNAL DA CIDADE - Cultura

Sala de leitura Herculano Pires 
é inaugurada no CAIC
Sala na Biblioteca Municipal homenageia os 100 anos do consagrado escritor avareense
O centenário de Herculano Pires foi comemorado festivamente na última sexta-feira, 5 de setembro, no Centro Avareense de Integração Cultural (CAIC), quando foi inaugurada a Sala de Leitura com o nome do consagrado escritor avareense na Biblioteca Municipal. A inauguração integra a comemoração do aniversário de 153 de Avaré.
Convidada, a conferencista Heloísa Pires, filha do homenageado, esteve presente e falou sobre a vida e obra de Herculano, que se destacou como um dos mais ativos divulgadores do espiritismo no país. Ele traduziu os escritos de Allan Kardec e escreveu tanto estudos filosóficos quanto obras literárias inspiradas na doutrina espírita.
Para celebrar a data, em nome do povo avareense, a Secretaria da Cultura preparou uma exposição de banners para contar a vida e obra de Herculano Pires. O prefeito Poio Novaes, ao lado da primeira-dama Maísa Rocha Grassi Novaes e de familiares do homenageado, com a filha Heloísa e a irmã Marília Pires, descerrou a placa inaugurando a sala de leitura.

SOBRE HERCULANO 

Filho do farmacêutico José Pires Correia e da pianista Bonina Amaral Simonetti Pires, José Herculano Pires nasceu em 25 de setembro de 1914. Fez os seus primeiros estudos no 1º Grupo Escolar (atual Escola Matilde Vieira), depois em Itaí e em Cerqueira César, onde residiu com seus pais e irmãos.
Apelidado de Zequita, aos 9 anos revelou a sua vocação literária ao escrever o primeiro soneto, um decassílabo sobre o Largo São João, a praça onde morou em sua terra natal.
Graduado em filosofia pela Universidade de São Paulo, Herculano lecionou na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Araraquara. Em sua carreira, trabalhou também como repórter, redator, secretário, cronista parlamentar e crítico literário dos Diários Associados por mais de trinta anos.
Autor respeitado, Herculano publicou 81 livros entre títulos de filosofia, psicologia, pedagogia, parapsicologia, romances e poesias, além de ensaios em parceria com o célebre médium Chico Xavier. Faleceu em São Paulo no dia 9 de março de 1979.