quarta-feira, 15 de junho de 2016

PALESTRA SOBRE RACISMO NA DIRETORIA DE ENSINO


Por Silvana Mota

A Secretaria de Estado da Educação tem feito diversas orientações em relação ao Projeto Educação para as Relações Étnico Raciais, o ERER. Diante disso, a Diretoria de Ensino de AVARE, através da professora coordenadora do núcleo pedagógico da disciplina de História, Luciana Petrini, com total apoio da Dirigente Regional, Lucimeire Mendonça, em parceria com a UNA deram continuidade a mais uma etapa do projeto, trazendo para Avaré a palestra da socióloga e mestra Roseli de Oliveira, que aqui esteve acompanhada da coordenadora Elisa Lucas Rodrigues, da Coordenação de Políticas para a População Negra e Indígena da Casa Civil. Dividida entre os períodos da manhã e tarde, o evento que teve lugar, no anfiteatro da Escola Coronel João Cruz contou a presença de professores da área de Humanas, especialmente História e Filosofia. O período da manhã foi reservado para a troca de experiências entre os professores da área, que destacaram as diferentes formas de trabalho que vêm sendo desenvolvida nas escolas. Para a abertura, os alunos da escola Coronel João Cruz, fizeram uma belíssima apresentação teatral sobre a “Negritude no Brasil”, bastante aplaudida pelos professores.
De forma bastante clara, a palestrante ressaltou a importância desse trabalho de desconstrução do racismo e preconceito junto a população. É dentro da escola que está a nossa esperança de um mundo melhor, pois não dá para admitir mais, em pleno século XXI, ver tanta diferença entre os seres humanos seja com o racismo ou com a homofobia. Já a Dirigente Regional de Ensino Lucimeire Mendonça, avaliou o dia de forma bastante positiva, ressaltando ser essa a oportunidade de um grande aprendizado, aliados a reflexão e discussões sobre o racismo, discriminação e preconceito. “Estes saberes precisam estar sistematizados nas salas de aula através de uma perspectiva histórica mais refinada, além da valorização da cultura afro-brasileiro como um componente que vai além da escola. Temos que educar para que possamos ter uma sociedade justa, com liberdade e igualdade para todos. Se combatermos o racismo e a discriminação, daremos um grande passo para a melhoria do mundo e para cada um de nós. Neste contexto, a escola, através de seus educadores tem um papel primordial”, completou Lucimeire.