quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Alunos de escola pública lançam livro com textos e ilustrações

Pelo menos 430 crianças com idades entre 3 e 10 anos estão envolvidas no projeto; livro ganhou registro no ISBN da Fundação Biblioteca Nacional

A escola municipal Professora Maria de Lourdes Camargo Mello, de Jaú, interior paulista, lança o livro “Tantas Palavras Quantas Histórias”, uma coletânea de textos escritos por alunos do ensino fundamental e ilustrações feitas por crianças da educação infantil. 
A primeira versão de “Tantas Palavras Quantas Histórias”, com 120 páginas, foi publicada no ano passado por alunos do ensino fundamental. Cada série escolheu um gênero literário, como poesia, fábula e narrativa, para compor a coletânea. Foi a primeira obra literária lançada por crianças de uma escola pública do município.
Este ano, além dos alunos que ingressaram no primeiro ano e daqueles que continuam no ensino fundamental, crianças do maternal 2 e jardins 1 e 2, com idades entre 3 e 6 anos, também participam do projeto. Ao todo são 430 alunos.
CLIQUE ABAIXO



ISBN
Outra novidade é que essa segunda versão do livro possui registro no sistema ISBN – International Standard Book Number - na Fundação Biblioteca Nacional.
Segundo a diretora da escola, Andrea Carrara, o objetivo do projeto é utilizar a leitura para ampliar a visão de mundo, estimular o desejo por outras leituras, exercitar a fantasia e a imaginação, compreender o funcionamento comunicativo da escrita, além de ampliar o repertório textual. “Por meio da publicação dessas histórias podemos contribuir também para a construção positiva da identidade e autoestima de cada uma dessas crianças”, completou a educadora.
O livro foi editado pela Canal 6 Projetos Editoriais. Com 192 páginas e capa ilustrada pela professora Regina Caramano, a obra é dividida em duas partes: uma composta por textos e outra por desenhos. “Nessa versão, a diagramação ficou muito bacana. A segunda parte começa de trás para frente e de ponta-cabeça. A contracapa do livro é, na verdade, outra capa. Você pode começar a apreciar a obra do fim pro começo”, explica Andrea.
O custo do livro foi todo financiado pelos alunos e professores envolvidos, por meio eventos.
A Espaço União Livraria & Café apoia o projeto pela segunda vez. Uma das orelhas do livro foi escrita pela empresária Cibele Mazzei, sócia-proprietária do estabelecimento.
O Sonho é Meu
“A iniciativa da escola Maria de Lourdes nos motivou a lançar o projeto literário O Sonho é Meu, cujo objetivo é trazer para o ambiente dos livros crianças de escolas da rede municipal de ensino de Jaú e promover o interesse pela leitura, proporcionando ainda um dia de descobertas, aprendizado, educação, entretenimento e lazer”, disse Cibele. É um trabalho maravilhoso e que deveria servir de incentivo também para outras escolas”, completou.
Em 2015, o projeto O Sonho é Meu levou 300 crianças para passar algumas horas na livraria Espaço União. Este ano, o número de alunos deve triplicar até o fim do ano letivo.
Feira do Livro