sábado, 28 de outubro de 2017

Documentário é produzido em Avaré sobre a Revolução de 1932

Além de Antonio Genez Parize, hoje com 99 anos, filme dirigido por Waldir Bronson conta com a participação de historiadores. 

DO JORNAL FORA DE PAUTA

LEIA EM MAIS INFORMAÇÕES↙


DA REDAÇÃO
O aposentado Antonio Genez Parize (foto), que testemunhou a movimentação de tropas na chamada Revolução Constitucionalista, é um dos entrevistados no documentário “São Paulo em Guerra: 9 de Julho de 1932″.
A informação é do cineasta Waldir Bronson, que produziu a obra em parceria com Gabriel Freitas. Parize, hoje com 99 anos, foi coroinha de um padre que atuou no front na região de Ipaussu.
Os historiadores Alexandre Verpa Neto, Gesiel Junior e Marcus Carmo também estão no filme, que deve estrear em breve. 
“A maior guerra civil da história do Brasil aconteceu em nosso estado, inclusive muito próximo da nossa cidade. Todos estes fatos são narrados com auxílio de vídeos e fotos da época e a contextualização dos historiadores”, detalha Bronson em entrevista ao Fora de Pauta.