segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Homenagem aos professores: A importante arte de ensinar

Uma homenagem da historiadora Flora Bocci para sua professora "Dona Lina".

"Quisera eu pintar com as cores do arco-íris como a minha professora. Porém não tenho este dom artístico, sua tarefa nobre de ensinar, a mais nobre que engrandece e constrói, foi sem dúvida realizada com louvores.
Dona Lina, socióloga, educadora, amante da literatura, declamadora, sempre alimentou a paixão pela terra natal, pela religião, pelos conflitos sociais.
Foi responsável pela formação de varias gerações. Pelas sementes que lançastes em cada coração de seus discípulos, pelo bem que semeastes, queremos te dizer; OBRIGADA MESTRA"!
LEIA EM MAIS INFORMAÇÕES

Dona Lina quando foi que a senhora teve noticia de si mesma?
Nas palavras de um conceituado terapeuta, a retomada do passado reavida as emoções e funciona como telegramas para nossa consciência. Ao darmos notícias de nós mesmos as lembranças acabam nos aproximando dos valores dos quais estávamos distanciados. É o coração cuidando de alertar nossa consciência pra o fato de que ele existe.
Dona Lina participou ao logo do tempo de eventos artísticos culturais, religiosos, recitais, entre outros que tanto fizeram bem ao coração quanto a alma. Suas crônicas homenagearam vários avareenses famosos, nas mais diversas áreas, entre os quais me vem memória , quando, representando a Escola Cel. João Cruz saudou a cientista Diva Correa, reconhecida internacionalmente por sua pesquisa com anêmonas, até hoje reproduzida e respeitada em todo mundo.
Posso até citar os fragmentos da saudação feita para Diva – Diva minha mente se ergue a imagem da criança inteligente que foi aluna privilegiada e responsável por belos talentos que passaram por esta escola e, como dourada flor de ipê da primeira florada, foi brilhar e iluminar com a luz de sua inteligência palmilhando outras terras, correndo outros mundos, e sondando os mistérios e as belezas de outros mares com a mente cheia de sabedoria e mãos cheia de anêmonas do mar – 
Dona Lina também saudou a jovem, Danuzia Santi, professora de musica que partiu de forma inesperada, para o céu que se tornou mais alegre com sua chegada.
ALUNAS DE DONA LINA
- Danuzia foi há pouco tempo, com ternura aconchegamos seu rosto ferido, orquídeas que tanto amavas... tua cidade, tua família, alunos e amigos sentimos o silencio e a saudade por tua ausência . Danuzia conta aos anjos do céu a beleza do amor e da amizade na terra. Musica, musica para Danuzia.
Dona Lina participou de vários saraus, musicais e literários organizados pelas saudosas professoras Esther Pires Novaes e Geni Chaddad. Durante os festejos do Centenário de Avaré em 1961, colaborou dando ênfase a uma exposição retrospectiva.
Amante do romantismo e das coisas pertinentes a\ sensibilidade humana, deu á exposição em brilho especial apresentando A CÁTEDRA VAZIA homenagem ao Professor Chicão.
O professor Francisco Rodrigues dos Santos, o Professor Chicão, mestre dos mestres, professor de português, educador por índole, conhecedor profundo da filologia nacional e de outros idiomas, com a mesma facilidade com que tratava a língua pátria.
Nós que estudamos no então Ginásio do Estado, onde hoje se situa a Loja Maçônica, conhecemos bem o Professor Chicão que deixou uma lacuna em nosso meio social e intelectual.
O êxito da Exposição deve-se a Dona Lina... Obrigado Dona Lina por existir
...

Carinhosamente 

Sua aluna Flora Bocci, a Florzinha como a Senhora me chama até hoje!!!