segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Prefeitura faz levantamento dos danos provocados pelas chuvas


A imagem pode conter: casa e atividades ao ar livre

A Prefeitura de Avaré comunica que está realizando um levantamento detalhado para apurar o volume de danos provocados pelas fortes chuvas que ocorreram sobre a cidade neste domingo, 29.
Dezenas de bairros apontam problemas com alagamento de ruas, imóveis e erosões que dificultam o trânsito de veículos e pedestres.
LEIA EM MAIS INFORMAÇÕES↙
A Secretaria de Obras aguarda o término das fortes chuvas que ainda castigam grande parte da cidade de Avaré para iniciar os reparos mais urgentes. O Prefeito já determinou que todos os recursos disponíveis pela administração sejam empregados no restabelecimento da estrutura urbana.
As enchentes que assolam a região central da cidade e também alguns bairros, são um problema histórico. Ao longo dos anos, várias administrações buscaram recursos junto aos Governos Federal e Estadual para implantar as obras necessárias para minimizar o impacto das chuvas.
Segundo a Secretaria de Obras, foram feitos dois projetos de macro e microdrenagem que determinarão quais os tipos de obras que devem ser implantadas.
O projeto de macrodrenagem data de 2003 e prevê obras para a canalização dos córregos e rios da zona urbana. Já a microdrenagem, está sendo finalizado este ano, e é voltado para a implantação de novos bueiros, drenagem das ruas e construção de galerias pluviais.
Apenas três córregos que cortam a cidade são responsáveis pelo escoamento de toda a água das chuvas. A capacidade está superada devido ao enorme crescimento que a cidade presenciou nas últimas décadas.
As obras de tratamento das águas das chuvas são urgentes e dependem de investimento externo. Apenas o projeto de macrodrenagem esta estimado em mais de R$ 60 milhões, recurso que a cidade não dispõe.
Ontem – domingo – segundo dados da Secretaria de Agricultura, a cidade recebeu cerca de 60 milímetros de chuvas. No horário de pico da chuva, em menos de 40 minutos, 38 milímetros foram registrados. Este volume é muito superior ao registrado durante em meses como julho, agosto e setembro. Nesta segunda-feira, 30, já foram anotados 32 milímetros de chuvas.
Ao final do levantamento completo, serão publicadas novas informações.

Secretaria de Comunicação