segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Rotary Club de Avaré participa da campanha contra poliomielite


LEIA EM MAIS INFORMAÇÕES↙


A poliomielite, doença deformadora e por vezes fatal, ainda ameaça crianças em algumas partes do mundo. O vírus da pólio invade o sistema nervoso e pode causar paralisia em questão de horas em qualquer pessoa, mas principalmente em menores de cinco anos. Apesar de não haver cura para a doença, ela pode ser evitada através da vacinação, por isso, novamente o Rotary Club de Avaré se une aos esforços de Rotary International, para erradicar a paralisia infantil por meio da imunização em massa.
A medida, muito embora ambiciosa, trouxe resultado, pois o número de casos da doença caiu drasticamente nas últimas três décadas. Nesse meio tempo, o Rotary contribuiu 1,7 bilhão de dólares na imunização de mais de 2,5 bilhões de crianças em 122 países. Hoje, em apenas três nações ainda existe a poliomielite endêmica: Afeganistão, Nigéria e Paquistão. Em 2016 foram confirmados somente 37 casos de pólio no mundo, refletindo uma redução de mais de 99,9% desde a década de 1980, quando ocorriam por volta de 1.000 casos por dia.
Esses são bons números, entretanto, o 1% de casos restantes são os mais difíceis de prevenir devido a fatores que incluem isolamento geográfico, precariedade da infraestrutura pública, conflitos armados e barreiras culturais. Por esse motivo, pelos próximos três anos, o Rotary levantará 50 milhões de dólares anuais, visando cobrir custos operacionais, recrutamento de profissionais da área da saúde, equipamentos de laboratório e materiais educativos para agentes de saúde e o público.
Para mais informações, acesse o site: endpolio.org/pt

Foto: Presidente Rotary Avaré Dr José Renato Fusco e esposa