Madrinha da Vila Maria anuncia que vai processar Luisa Mell

Madrinha de Bateria da Vila Maria, Ana Beatriz Godoi anunciou que irá processar Luisa Mell. Tudo depois de ser detonada pela apresentadora e por seus seguidores na web por causa da fantasia com 3,8 mil penas de faisão que a beldade usou para desfilar no Anhembi.
 Foto: Lipe Aramuni / M2 Mídia.


"O que ela fez foi incitar toda essa violência, fui julgada e condenada pelas pessoas nas redes sociais. Feriram a minha moral, da minha família e da minha escola. Não posso deixar isso passar em branco, já conversei com meu advogado que entrará com a ação nos próximos dias", disse.
LUISA MELL Catraca Livre
Ana – que também é jornalista – ainda revelou ser cuidadosa com a origem de seus trajes. "Precisamos saber de onde vem as penas, e claro, se os animais sofrem alguma crueldade. Se os animais são respeitados e o material tem procedência, qual a razão de polemizar? Não podemos admitir esse radicalismo", avaliou.
A enxurrada de alfinetadas à Madrinha de Bateria começou depois de Mell replicar uma reportagem a respeito do look da moça no Instagram e pedir: “Deixem os animais em paz”.DO MSN ENTRETENIMENTO

O FAISÃO
GLOBO RURAL 
Embora há muito tempo já seja criado em cativeiro, o faisão pertence ao grupo dos animais que fornecem as chamadas carnes de caça, de paladar diferenciado e preço mais elevado. Branca, leve e saborosa, a carne da ave esteve por muitos anos restrita a cardárpios de restaurantes sofisticados e açougues especializados. O status de produto nobre ainda se mantém, mas hoje já pode ser pedida em churrascarias, indicando que, aos poucos, seu consumo se populariza.A carne, no entanto, não é o único produto comercial que pode ser obtido em uma criação de faisões: as plumas de coloração exuberante, os ovos nutritivos da espécie e até o esterco, utilizado como fertilizante agrícola, são outros potenciais geradores de renda. Os ovos da ave não ocupam ainda muito espaço na mesa dos brasileiros; contudo, com preços bem mais altos que os de galinhas, podem compensar na hora da comercialização. Há faisões, como o dourado, cujos ovos chegam a valer R$ 30 a dúzia. A plumagem das diversas variedades da ave, de cores vivas e contrastantes, têm grande interesse para a ornamentação de chácaras e fazendas, assim como para parques e jardins públicos. Também há demanda para as penas, utilizadas na composição de fantasias e adereços, principalmente para desfiles e bailes no período do Carnaval.

Postar um comentário

INSTAGRAM

INSTAGRAM
Copyright © REDE GUMA. Designed