Começam as obras de modernização da Rodovia Raposo Tavares

Uma boa notícia para os mais de sete mil motoristas que utilizam diariamente a Rodovia Raposo Tavares, a SP-270. Foram iniciadas neste sábado (17) as obras de modernização da estrada.
As melhorias vão ampliar a capacidade de tráfego e as condições de segurança dos usuários.
O governador Geraldo Alckmin esteve na cidade de Ourinhos para dar início a esta primeira etapa que contempla 77,6 quilômetros de extensão, sendo 23,86 quilômetros de duplicação em benefício de 185 mil habitantes. “Uma rodovia duplicada atrai empresas, investimentos, gera empregos e, o principal, poupa vidas”, afirmou Alckmin.
O empreendimento ainda contribuirá para impulsionar o desenvolvimento socioeconômico da região, com maior desenvoltura no escoamento da produção agrícola, industrial e no deslocamento da população da região. As obras gerarão ainda 1.240 novos postos de emprego, entre 310 vagas diretas e 930 vagas indiretas.
“Estamos em Ourinhos dando início a uma grande obra na região, que vai melhorar muito a vida da população e o transporte de cargas com maior segurança”, declarou o superintendente do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Ricardo Volpi. Entre as intervenções que serão executadas nesta primeira fase, com conclusão prevista para setembro de 2019, também estão a duplicação de quase 24 quilômetros, implantação de mais de 5 quilômetros de faixas adicionais, de rotatória e viadutos, além de melhorias em seis dispositivos já existentes. As intervenções acontecem no segmento rodoviário entre as cidades de Piraju, Bernardino de Campos, Ipaussu, Chavantes, Canitar e Ourinhos.
Nessa primeira fase, o Governo do Estado destinou R$ 196,4 milhões oriundos de financiamento com o Banco Mundial, via Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD), Agência Multilateral de Garantia de Investimentos (MIGA) e Banco Santander. O montante representa 35,4% de economia aos cofres públicos.

Modernização da SP 270

As obras para modernização da SP 270 são divididas em oito lotes e que cobrirão 204 quilômetros da rodovia, entre os municípios de Itapetininga e Ourinhos. Estão previstas a duplicação de 50,4 quilômetros, implantação de 122,7 quilômetros de terceiras faixas (em ambos os lados da rodovia), recuperação de 153,5 quilômetros de pistas simples e acostamentos, e revitalização completa da sinalização. O DER implantará também 21 novos dispositivos de acesso, e outros 14 dispositivos existentes receberão melhorias e aprimoramentos. Também serão construídos três novas passarelas e um viaduto.
Somando-se os valores de todos os lotes, as licitações obtiveram desconto de R$ 298,8 milhões, ou seja, o equivalente a 32% do total de R$ 934,7 milhões previstos inicialmente. O montante a ser investido nas obras, aproximadamente R$ 635 milhões, será financiado pelo Banco Mundial, via Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD), Agência Multilateral de Garantia de Investimentos (MIGA) e Banco Santander.
O processo licitatório dos últimos lotes do empreendimento, entre as cidades de Itapetininga a Angatuba, segue em análise e tão logo seja convalidado pelos agentes financiadores, o DER partirá para a fase de assinatura dos contratos, ação que efetivará o início de obras.
Postar um comentário

INSTAGRAM

INSTAGRAM
Copyright © REDE GUMA. Designed