PRESOS SUSPEITOS DE COBRAR PROPINA PARA FACILITAR HABILITAÇÃO

O esquema foi descoberto depois que um aluno reprovado no exame 
denunciou o caso à polícia. Ele contou ao delegado Antenor de Jesus Zeque (foto
que a instrutora pediu a ele o pagamento de R$ 150 para mudar resultado do exame.

Um perito do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e uma funcionária de uma autoescola de Itatinga foram presos em flagrante suspeitos de cobrar propina para facilitar a retirada de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na cidade. A matéria é do site G1.
De acordo com a Polícia Civil, o examinador do Detran e a funcionária cobravam R$ 100 para facilitar a aprovação no exame prático para motorista de quem estava tirando a primeira habilitação e R$ 150 para mudança de categoria.
O esquema foi descoberto depois que um aluno reprovado no exame denunciou o caso à polícia. Ele contou ao delegado Antenor de Jesus Zeque (foto) que a instrutora pediu a ele o pagamento de R$ 150 para mudar resultado do exame.
Segundo o relato do denunciante, o resultado do exame dele era de reprovação. No entanto, o perito pediu que ele aguardasse até ser contatado pela funcionária, que fez a proposta.
“O rapaz estava desempregado e ficou indignado. Daí, ele copiou as notas, entregou o valor e a funcionária disse que ele poderia se considerar aprovado”, explicou o delegado.
O examinador e a instrutora foram presos em flagrante e vão responder pelo crime de corrupção passiva. Outras quatro pessoas que pagaram pagar serem aprovadas no exame foram ouvidas e liberadas.
A polícia agora vai investigar há quanto tempo o esquema era realizado na cidade e se havia participação ou não da autoescola.
Em nota, o Detran-SP informou que, além do processo criminal, os dois suspeitos foram afastados preventivamente de forma imediata e responderão a procedimento administrativo, podendo ser descredenciados ao final.
Postar um comentário

INSTAGRAM

INSTAGRAM
Copyright © REDE GUMA. Designed