SUPOSTA AGRESSÃO A PROFESSORA - NOTA DA EDUCAÇÃO

Educação se manifesta sobre possível agressão à Professora em escola.



Na tarde desta Segunda,7, a Secretária de Educação se reuniu com a direção da escola e com a professora que denunciou a suposta agressão sofrida na tarde da última Quinta, 3 de Maio. 
A Secretaria da Educação da Estância Turística de Avaré informa que abriu procedimento interno para apurar a comunicação de possível agressão a uma Professora, em uma unidade de ensino do município.
Na tarde desta Segunda,7, a Secretária de Educação se reuniu com a direção da escola e com a professora que denunciou a suposta agressão sofrida na tarde da última Quinta, 3 de Maio.
Em relato fornecido a Polícia Civil em sede de elaboração de Boletim de Ocorrência, a professora teria sido chamada para atender a uma mãe de aluno que solicitou sua presença na portaria da Escola. Chegando lá, a mãe teria pressionado fortemente o braço esquerdo da professora, provocando dores e hematomas no local. A mãe, segundo relato da professora, teria agredido verbalmente a profissional que se rapidamente retirou do local com a ajuda de uma servidora da escola. Não houve, como foi circulou em grupos de conversa e em publicações de rede sociais, troca de agressões e, muito menos, socos e empurrões mútuos.
Tão logo teve conhecimento do ocorrido, a Direção da escola entrou em contato com a Secretária de Educação que orientou a professora a registrar a ocorrência na Delegacia para apuração dos fatos. 
Ato contínuo, professora, diretora da escola e testemunha do episódio se dirigiram ao Plantão Policial, onde a vítima relatou aos policiais o ocorrido. Logo depois, um exame de corpo de delito foi realizado.
A direção da unidade escolar esclarece que, desde o primeiro momento em que teve conhecimento do ocorrido, ofereceu suporte a professora. A mãe do aluno será ouvida pela direção da escola.

ATENÇÃO!!!! FOTO ILUSTRATIVA SEM VÍNCULO COM NOTÍCIA

Segurança


A Secretaria da Educação da Prefeitura de Avaré esta concluindo um levantamento iniciado em Abril para equipar todas as unidades de ensino com sistema de câmeras de segurança e gravadores de imagem digitais. O objetivo é fornecer aos profissionais, alunos e pais, uma garantia de que, eventuais ocorrências nestas unidades, possam ser melhor investigadas, reduzindo a probabilidade de que ações voltadas a depredação do patrimônio público sejam praticadas por vândalos.

Comentários