Avaré irá sediar o “Viagem Literária 2018”

A Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo informou no dia 13 de julho de 2018, que a Estância Turística de Avaré é uma das 70 cidades selecionadas para sediar o programa “Viagem Literária 2018”.


De acordo com o comunicado, foram recebidas 138 manifestações de interesse. 
Das cidades selecionadas, 39 participaram da edição de 2017 e 31 estão ingressando no programa neste ano, renovando significativamente o grupo de municípios para alcançar novos públicos.
Para a seleção, foram utilizados critérios técnicos de avaliação, como a análise de desempenho na edição anterior, comprometimento com as contrapartidas do programa e participação em outras atividades realizadas pelo Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo (SisEB).
Durante o mês de setembro, serão realizadas duas atividades de Contação de Histórias em horários diferentes do mesmo dia na Biblioteca Municipal Professor Francisco Rodrigues dos Santos. Pela manhã, às 9 horas, e à tarde, às 14 horas.
Nos próximos dias, a SP Leituras divulgará mais detalhes sobre as etapas do programa.
O PROGRAMA
Viagem Literária, um dos mais bem-sucedidos programas da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, que tem o objetivo de aproximar cidadãos paulistas da literatura, dos livros e das bibliotecas municipais de acesso público.Anualmente dezenas de cidades recebem escritores e artistas consagrados para falar de personagens inesquecíveis e histórias surpreendentes que estão registradas nas páginas da nossa literatura.A missão da Secretaria da Cultura é formular e implementar políticas públicas visando ampliar o acesso aos bens culturais, a descentralização das atividades e a valorização do patrimônio cultural paulista.Dar protagonismo às bibliotecas públicas, incentivar a mediação da leitura e propagação da literatura brasileira é um dos papéis mais importantes da Secretaria da Cultura. E o Viagem Literária vem cumprindo este objetivo há mais de uma década, oferecendo uma programação cultural qualificada e diversificada aos cidadãos das comunidades onde acontece.

Comentários