Faleceu na madrugada de quarta feira dia 7 de agosto de 2019, Anna Lou Olivier, conhecida por seu trabalho, conforme texto abaixo, que segue como homenagem da REDE GUMA, sobre Dislexia. 





Anna teve seu trabalho diversas vezes preterido por ser considerado uma verdadeira REVOLUÇÃO nos tratamentos de Disturbios de Aprendizagem e causando o dissabor do grande mercado mundial de medicamentos. Fica a nota de pesar a Erasmo de Oliveira, ativista social e grande amigo dos administradores do portal Rede Guma. Lou como era mais conhecida soi sepultada em São Paulo, Capital, na manhã de quinta feira dia 8 de agosto de 2019.

    Foto com Guma Castellucci na palestra em Avaré no mes de maio de 2019

TEXTO SOBRE A PALESTRA FEITA POR ANNA LOU EM AVARÉNa ocasião ela recém chegada dos Estados Unidos fez questão de apresentar seu importante trabalho na cidade onde hoje reside seu irmão Erasmo e diversos amigos.


DISLEXIA, DISLEXIA ADQUIRIDA, DISTÚRBIOS DE APRENDIZAGEM, DISTÚRBIOS DIVERSOS, MULTITERAPIA, PALESTRAS, VERDADES

Palestra em Avaré – SP – Brasil, resultados e constatações

A ideia começou simples e despretensiosa. Anna Lou, que não via seu irmão há quase um ano, decidiu visitá-lo. Ao comunicar sua ida à cidade em que ele mora atualmente, Anna ficou sabendo que muitos animais necessitavam de ajuda. Então surgiu a ideia: Ministrar uma palestra, semelhante a recente ministrada, com sucesso, no Clube Hebraica de São Paulo – SP – Brasil. Abordando Dislexia e Alzheimer, em linguagem simples para que qualquer pessoa pudesse entender, foi estipulado como ingresso, a doação de areia, ração e até material de limpeza e jornais velhos seriam aceitos como donativos para os animais.
Anna Lou Olivier palestrando em meio aos seus livros e também aos donativos que foram encaminhados aos cuidadores de animais.
A partir daí, a ideia foi crescendo, muitas pessoas empolgadas divulgando e, foi assim que aconteceu, com muito sucesso, a palestra seguida do lançamento do recente livro de Anna Lou Olivier em Avaré, interior de São Paulo – Brasil.
Vale lembrar que Anna Lou Olivier é uma ex paciente que foi desenganada pelos profissionais (Médicos, Psicólogos e de áreas correlatas) que a atenderam não só após seu afogamento aos dezesseis anos, mas também aos vinte e quatro anos quando teve um AVC precocemente. Após o afogamento, Anna perdeu a memória, ficou desmemoriada por um ano e meio, perdeu também a capacidade de leitura e de falar idiomas estrangeiros. Após o AVC, ela ficou com o lado esquerdo do corpo todo paralisado, teve dificuldade com a fala e a memória por seis meses. Nas duas situações, o diagnóstico era fatalista, não poderia se recuperar. Mas ela teve garra, com muita determinação, muitas vezes dependendo de amigos que liam para ela. E foi vencendo, aos poucos, suas limitações, revertendo as sequelas, estudando muito, desde Artes até Medicina Comportamental. Hoje ela ainda tem algumas sequelas mas segue pesquisando e palestrando e é reconhecida internacionalmente como detectora da Dislexia Adquirida e Precursora da Multiterapia, tendo diversos trabalhos de pesquisa e oratória publicados pela comunidade científica internacional.
Plateia atenta e bem receptiva. Alguns iniciaram a leitura do livro já na plateia, mostrando o grande interesse pelo tema e pelas publicações de Anna Lou Olivier.
Por puro altruísmo, Anna se dispôs a palestrar, gratuitamente, em prol dos animais e também para levar um conhecimento inédito para a população, já que as pesquisas divulgadas no Brasil chegam com muitos anos de atraso em relação aos países considerados de primeiro mundo. Isso faz com que alguns profissionais questionem as teorias e métodos de Anna, por puro desconhecimento das inovações que ela traz. Porém, os professores que lidam, diariamente, com alunos que apresentam muitos problemas e até distúrbios de aprendizagem, gostam muito das palestras e livros de Anna Lou, não só pela grande quantidade de informações úteis, mas pela linguagem simples que proporciona a qualquer pessoa um bom entendimento de todo o conteúdo.
A palestra realizada em Avaré – SP teve um bom público, bastante interessado, fazendo muitas perguntas, que foram todas respondidas com paciência e atenção, já próprios de Anna Lou, que entende a dificuldade que se tem de conseguir boas informações e orientações nestas áreas no Brasil. Por isso, dá atenção especial aos que se mostram interessados em saber mais sobre suas descobertas e sua técnica de Multiterapia. Em sua maioria, o público foi formado por professores que lidam com alunos com alguma dificuldade de aprendizagem e pessoas que tem alguém com Alzheimer na família.Essas pessoas gostaram muito, algumas disseram que Anna Lou mudou a vida delas para melhor. Isso é bem gratificante! Algumas pessoas até participaram da mini sessão de Life Dance que Anna demonstrou, finalizando a palestra: trata-se de uma forma de coreografia que estimula o raciocínio e é excelente tanto para crianças com distúrbios de aprendizagem quanto para pessoas com Alzheimer. Esta demonstração foi bastante elogiada e aplaudida.

Mini sessão de Life Dance com participação de algumas pessoas da platéia. Sucesso!

E o principal é que a palestra arrecadou aproximadamente 40 quilos de areia para gatos, 60 quilos de ração para gatos e cães e também muitos jornais e desinfetantes que foram encaminhados à ONG Amor de Quatro Patas (que cuida de 60 gatos e 80 cães) e também aos gatos cuidados pelo Erasmo de Oliveira (são 11 recolhidos das ruas e 3 itinerantes, num total de 14 gatos atualmente). Os donativos para a ONG Amor de Quatro Patas foram encaminhados no mesmo dia por intermédio da representante Gláucia. Anna também doou a verba arrecadada com a venda de seus livros para colaborar com a manutenção da casa dos animais cuidados por Erasmo de Oliveira.

O evento ocorreu no Centro Cultural Esther Pires Novaes, espaço cedido pela Secretaria da Cultura, sob direção de Ricardo Regis. A excelente divulgação foi feita pelos Jornalistas Erasmo de Oliveira (VisitAvaré) e Guma Castelucci (Rede Guma de Comunicação e Educação)

Como a principal intenção da palestra foi arrecadar donativos para os animais e levar conhecimentos a quem precisa, numa linguagem acessível para que todos pudessem compreender, Anna Lou não citou muitas fontes nem todas as comprovações.
Aliás, seria impossível citar todas as referências e produções em apenas uma palestra. Mas basta uma visita ao Portal Lou de Olivier (em Português ou Inglês) ou ao Wikipédia (em Português ou em Espanhol) para obter informações sobre Anna Lou Olivier (Lou de Olivier) e toda a sua vasta produção literária e científica, inclusive suas publicações em revistas especializadas brasileiras e em jornais e congressos científicos internacionais. Ou, preferindo, pode-se digitar “Lou de Olivier” no Google para localizar inúmeros links.
Para facilitar a pesquisa sobre suas comprovações, citamos a seguir um vídeo-reportagem brasileiro, um áudio-entrevista feito nos Estados Unidos e diversos links.

Saiba mais:

Assista ao vídeo-reportagem feito na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, que desencadeou a discussão sobre a inclusão do diagnóstico e orientação para professores sobre dislexia e dislexia adquirida.  Neste dia, Anna Lou Olivier estava numa cadeira de rodas, pois tinha quebrado o pé numa queda. Isso não a impediu de continuar sua luta pela divulgação de suas descobertas e, na sequência, ela palestrou sobre as limitações dos cadeirantes, ajudando a melhorar as leis de acessibilidade. Assim é Anna Lou Olivier, sempre enfrentando e vencendo os desafios, sem se vitimizar e ajudando a tantos que necessitam de suas publicações e descobertas. Atenção, nada temos a ver com política e suas polêmicas. Anna Lou Olivier, participa de vários fóruns e discussões na ALESP, independente de partidos ou posicionamentos políticos. Apenas para melhorar a vida de todos. Assista!