Como Surgiu o Dia de Finados? - Algumas Curiosidades Sobre o Dia dos Mortos! 

Veja abaixo↙


Após dez anos, um cavaleiro retorna das Cruzadas e encontra o país devastado pela Peste Negra. Sua fé em Deus é sensivelmente abalada e, enquanto reflete sobre o significado da vida, a Morte surge à sua frente querendo levá-lo, pois chegou sua hora.


Premiada animação elaborada por Whoo Kazzo. Aborda o dia dos mortos mexicanos em uma perspectiva ao mesmo tempo fantasiosa, ludica e espiritual - uma filha volta a reencontrar sua mãe falecida, durante os festejos do dia dos mortos.
Dia dos Mortos: "No México, o Dia dos Mortos é uma celebração de origem indígena, que honra os falecidoss no dia 2 de novembro. Começa no dia 31 de outubro e coincide com as tradições católicas de Finados e o Dia de Todos os Santos. Além do México, também é celebrada em outros países da América Central e em algumas regiões dos Estados Unidos, onde a população mexicana é grande. A UNESCO declarou-a como Património Imaterial da Humanidade. As origens da celebração no México são anteriores à chegada dos espanhóis. Há relatos que os astecas, maias, purépechas, náuatles e totonacas praticavam este culto. Os rituais que celebram a vida dos ancestrais se realizavam nestas civilizações pelo menos há três mil anos. Na era pré-hispânica era comum a prática de conservar os crânios como troféus, e mostrá-los durante os rituais que celebravam a morte e o renascimento." A beleza desta animação é demonstrar a importancia que os pais continuam tendo, mesmo apos seu falecimento, em nossa vida. Os túmulos e rituais são uma forma concreta de lembrá-los e honra-los. Os pais seguem vivos em nós!.. CGI Animated Shorts 'Dia De Los Muertos' by Whoo Kazoo - short film about a little girl who visits the land of the dead, where she learns the true meaning of the Mexican holiday, Dia de los Muertos. Student Academy Award Gold Medal winner, 2013

Como Surgiu o Dia de Finados? - Algumas Curiosidades Sobre o Dia dos Mortos!


O DIA DE FINADOS E O DEUS DOS VIVOS


Em 2 de novembro, muitas pessoas comemoram o Dia de Finados, data criada para homenagear os entes queridos que já faleceram.

No início da história da Igreja, os cristãos rejeitavam totalmente a ideia de relacionamento com mortos. Nessa época, o pensamento predominante era o de que as almas simplesmente ficariam adormecidas até o momento do julgamento final. No entanto, ao mesmo tempo em que o cristianismo era difundido pela Europa, acabava anexando elementos de outras culturas. Acredita-se que a tradição do Dia de Finados tenha surgido a partir dos celtas, povos que acreditavam na vida após a morte e separavam uma data anual para homenagear e evocar os mortos.

Assim, da mesma forma que faziam certas sociedades da antiguidade, os cristãos passaram a rezar pelas almas dos falecidos, acreditando que estes necessitariam de orações, já que estavam passando pelo processo de purificação conhecido como Purgatório. A partir do século V, a Igreja destinou uma data específica para isso, embora esta não tenha sido uma prática muito corriqueira.

De fato, pode-se dizer que o grande responsável pela popularização do costume de orar pelos entes que já se foram foi o monge beneditino Odilo de Cluny, o qual determinou no ano de 998 que todos os membros de sua abadia fizessem preces por essas pessoas. Nascida na França, a tradição acabou se propagando por toda a Europa, até que o Dia de Finados foi oficializado durante o século XI, por meio dos papas Silvestre II, João XVIII e Leão IX. Já a data (dia 2 de novembro) foi estabelecida mais tarde, no século XIII.

Curiosidade: No Brasil, o Dia de Finados é uma data triste, afinal as pessoas lembram de seus entes e sentem saudades. Já no México, é tudo diferente! Os mexicanos realizam festas com muitos banquetes, pois acreditam que nesse dia as almas das pessoas voltam para fazer uma visita a seus familiares e amigos.