Dança na Tenda - "... Que minha história sirva de incentivo para toda mulher que quer poder olhar no espelho e se achar linda."

Aluna da Escola de Dança do Ventre Tenda do Tuareg fala da sua experiencia com a dança. 

A dança do ventre é a mais feminina e sensual de todas as danças. A mulher, através da música árabe, une seus movimentos e sua expressão, transformando-os, no palco, em sentimentos, que compartilha com seu público.

A Escola de Dança do Ventre Tenda do Tuareg tem o objetivo de resgatar a autoestima de mulheres, a Professora Roberta Gomes ressalta que "Todas as mulheres, independente do corpo podem praticar a dança". 

Veja o depoimento da aluna Patricia Prata:

"Sempre dancei na minha vida, mas a vida me pregou uma peça onde comecei a ter transtornos alimentares e vomitava como uma doida tudo que comia, cheguei a um ponto de não precisar mais provocar os vômitos, pois era instantâneo. Foi ali que comecei a ir para o fundo do poço, entre mil terapias, remédios para ansiedade e depressão, comecei a engordar e dessa vez o que era pior, sem comer quase nada. Comia muito pouco e engordei 30 quilos, foram tempos difíceis para quem estava tentando ter alta de um quadro de bulimia.
Falar disso ainda é dificil, já que pra mim todo dia é um dia de superação. 
Foi quando resolvi voltar a dançar, em um primeiro momento fui até a escola e não fiquei, pois me via ridiculamente dançando.... Mas o fascínio pela dança do ventre pelo universo árabe foi mais forte, a cada toque da música que entrava pelos meus ouvidos fazia com que meu corpo, meu coração pedisse mais, a cada aula na frente do espelho onde eu tinha que me encarar era pra mim muito difícil, mas a cada movimento conquistado, a cada aula que eu conseguia me olhar pra mim era fantástico. Chegou a hora de subir ao palco e encarar de frente todos os meus monstros e medos, encarar as pessoas eu estando com parte do meu corpo a mostra foi aterrorizante, mas quando a música começou, a luz tocou no palco, no meu corpo foi algo mágico, não tem como explicar. E a partir dali a minha vontade de estar nas aulas aumentaram, a cada frase da professora falando que eramos capazes, a cada movimento conquistado fez com que eu eliminasse os quilos que eu havia ganho, e o melhor sem remédio, sem terapia. Como disse minha própria terapeuta, "enquanto você estiver dançando você não precisa de mim."
Que minha história sirva de incentivo para toda mulher que quer poder olhar no espelho e se achar linda." 

SERVIÇO


Postar um comentário

0 Comentários