11 pessoas da mesma família contraem Covid-19 em Bernardino de Campos

Ao realizar 62 testes rápidos na cidade, a Secretaria de Saúde de Bernardino de Campos, acabou por detectar 11 doentes por Covid-19, de uma só vez, o que assustou a população local. O boletim informando os casos foi divulgado no início da noite deste domingo, 24, tornando o município, o 19º a registrar a doença na região Sudoeste Paulista.
FONTE: PORTAL SUDOESTE PAULISTA


De acordo com o boletim, 1 encontra-se internado no isolamento do hospital e se mantém estabilizado, e os demais que foram testados positivos passam bem e já foram colocados em isolamento domiciliar pela vigilância epidemiológica do município a qual fará o monitoramento de todos e seus comunicantes, para evitar maior número de transmissão do vírus.
Em meio a esta notícia preocupante, a secretaria pede que a população redobre os cuidados de prevenção como manter as mãos higienizadas, uso de máscaras e principalmente que fiquem em casa, pois essa ainda é a melhor forma de prevenção de contaminação pelo novo coronavírus.
De acordo com uma fonte local, todos os pacientes são de uma mesma família e tiveram contato com muitos outros cidadãos nos últimos dias, quando a doença é praticamente assintomática.
Mediante essa preocupação, A Secretaria Municipal da Saúde voltou a se manifestar na manhã desta segunda-feira, 25. Conforme a nova nota, por se tratar de pessoas que tiveram contato com um número grande de pessoas, não será possível fazer teste rápido em todos os contatos. “Orientamos que o melhor nesse momento é que todos que tiveram contato com pessoas que testaram positivo para Covid-19 mantenham a calma, e principalmente permaneçam em isolamento domiciliar por 14 dias, sempre vigilantes, e caso apresente sinais e sintomas de gripe (dor de garganta, coriza, tosse ou febre) procurar Unidade Básica de Saúde de sua referência e somente se apresentar dificuldade para respirar/falta de ar, procurar o Hospital. Todas as equipes estão preparadas para acolhê-los e tomarem as medidas necessárias.” Recomenda a Secretaria de Saúde.
Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), todos nós entraremos em contato com o vírus, mas cada organismo reagirá de uma forma diferente, 80% dos casos evoluem com sintomas leves, 15% com sintomas moderados, onde essas pessoas deverão ser medicadas, e 5% dos casos evoluem de uma forma mais grave, sendo necessária muitas vezes a ventilação mecânica, lembra a Saúde de Bernardino de Campos.