CRONICA/OPINIÃO - Heróis Nacionais - J.Barreto

  • Como é fácil mandar “Fique em Casa”, e como é cômodo e até prazeroso para quem pode. Ou quem nada produz, pois assim eles colaboram em muito para que este vírus tenha sua expansão amenizada. Parabéns!



Tristeza é quando os agentes de saúde que, pondo em risco sua própria segurança, sendo obrigado a se afastar de seus filhos e de seus familiares, são muitas vezes hostilizados por ignorantes que os tratam como pessoas não-gratas. Assisti na televisão que em São Paulo uma médica foi hostilizada por condôminos ao passar com sua filha. Não sei se é fato ou boato, mas soube que até em Avaré uma médica, ao visitar sua mãe em um edifício, também foi hostilizada. Isto é uma vergonha, um mau-caráter, uma ignorância, e uma atitude abominável. O que seria das cidades sem os garis, sem os carteiros, os motoboys, os profissionais de atividades essenciais como a Sabesp, Força e Luz, farmácias, restaurantes e centenas de outras atividades? E não podemos esquecer e enaltecer os profissionais da saúde, os verdadeiros Heróis, os que estão na “Linha de frente”, que muitas vezes passam mais de 12 horas com uma máscara N95, dessas que marcam o rosto e apertam a cabeça, uma roupa especial (diria quase um astronauta).

Não podemos nos esquecer dos caminhoneiros que, assim como o coração que recebe sangue purificado pelo pulmão o distribui e alimenta todo o corpo, os caminhoneiros, buscando cargas onde elas estiverem, as distribui onde forem necessárias.

Saudemos os chacareiros que lutando de sol a sol, plantando e cuidando de suas hortas, de um dia para o outro, são proibidos de levar seus produtos nas feiras, e assim perdendo seus trabalhos de meses e meses, ficaram sem renda, e sem saber quando poderão voltar a cultivar e esperar até que seus produtos estejam prontos para vendas. O agronegócio, que é criticado como sendo o vilão da ecologia, é que consegue alimentar o Brasil e consegue exportar seus excedentes, e assim equilibrar nossa balança comercial.

Os artistas em todas as suas artes, os atletas em qualquer modalidade, os filósofos, os escritores, e diversas outras atividades são muito necessários para tornar a vida mais amena, e abrir portas para um futuro sábio e prazeroso. Estas atividades podem ter uma trégua de dias, meses, e até anos sem que a humanidade definhe e possa recuperá-la mais tarde.

O Brasil precisa de todos nós, não importa o que somos ou fazemos, o que importa é ter Fé e fazer!

J.Barreto