TV AVARÉ - AUTO FALANTE - Carros mais Incomuns que existem

 
 

A Heinkel Kabine - O carro-bolha Heinkel Kabine foi um microcarro construído pela Heinkel por dois anos entre 1956 e 1958, o único carro feito pela Heinkel, com um motor de 4 cilindros refrigerado a ar de 1 cilindro. Era um design icônico do seu tempo, comparável ao BMW Isetta na aparência, acessível através de uma escotilha da porta da frente, com o motor situado na parte traseira. A modelos de 3 ou 4 rodas, com tamanhos de motor variando de 174cc (usando o mesmo motor da marca turística de scooter) até 204cc.   Embora pareça um brinquedinho, ele pode alcançar até 90 km/h e transportar 5 pessoas. Para distinguir os microcarros dos outros automóveis, diversas definições foram criadas, como: "menos de 3 m de comprimento" e "menos de 2400 litros de volume interior". Tipicamente, os microcarros têm lugares para o condutor e um passageiro e alguns têm apenas três rodas.

Microcarros de 4 rodas - É uma incrível linha de veículos que, ao contrário dos anteriores, você pode comparar e dirigi-los pelas ruas, sem preocupar, na maioria dos países . Detalhe, existem vários modelos para cada gosto, desde o mais simples até o mais luxuoso, abrangendo a maioria das marcas famosas como Toyota, microcar, Mitsubishi e muito mais.

O Peel P50 é um microcarro de três rodas originalmente fabricado de 1962 a 1965 pela Peel Engineering Company, na Ilha de Man . Ele foi listado no Guinness World Records de 2010 como o menor carro de produção de todos os tempos. Ele conta com uma pequena transmissão de 3 velocidades, podendo alcançar até 60km/h e não possui marcha à ré, mas uma alavanca na parte traseira permite que o carro muito leve seja manobrado fisicamente quando necessário. Projetado como um carro urbano , foi anunciado na década de 1960 como capaz de acomodar "um adulto e uma sacola de compras". A única porta do veículo estava do lado esquerdo e o equipamento incluía um único limpador de para-brisa e um farol.

Se você tem sérias dificuldades para estacionar seu carro, com este veículo em mãos, certamente seus problemas acabaram. Este é o microcarro EOscc2 da NASA.  Uma solução em engenharia da Nissan para quem não quer se estressar procurando vaga ou tentando estacionar, pois, diferentemente dos carros convencionais, ele possui 4 rodas de direção, que permite um giro de 360 graus sem sair do lugar e andar de lado como um verdadeiro caranguejo. Criado por uma equipe do Centro Alemão de Pesquisa em Inteligência Artificial, o EOscc2 foi projetado para ser um micro carro ultra flexível para megacidades ". Ele é alimentado por uma bateria de fosfato de ferro-lítio de 54 volts, que aciona quatro motores de quatro rodas kWh. O carro também é equipado com câmeras estereoscópicas frontais e traseiras, sensores potenciométricos, um sistema de RADAR e seis câmeras 3D. Ligado ao computador de bordo, esse conjunto de sensores permite estacionamento autônomo e outras funções de assistência ao motorista.  

Birdseye – Em português, Olho de pássaro.  Um estranho carro compacto em forma de ervilha e com faróis de com fusca. Pesando 750kg, pode alcançar até 96km/h. Foi construído pela empresa Londrina Asylum para uma propaganda de ervilhas que entrou pra história. Para construí-lo, eles usaram um chassi modificado de um kart off-road, equipado com um motor Honda. Eles também usaram indicadores Lancia, espelhos retrovisores de uma loja especializada  e as outras partes foram todas feitas sob encomenda, incluindo os painéis da carroceria de fibra de vidro. No comercial, o carro começa a sair do campo do agricultor. 

Mas, a caminho, ele começa a perder partes do corpo na estrada, uma a uma, e quando o carro chega ao seu destino, o chassi vazio é tudo o que resta. Então, na traseira de um caminhão refrigerado, um novo carro de ervilha vem sendo lançado. Então, Um narrador explica como os vegetais perdem suas vitaminas a partir do momento em que são colhidos, enquanto suas ervilhas são congeladas imediatamente, para que não percam nenhuma de suas vitaminas essenciais. O carro promocional na verdade não era legal para dirigir em estradas, por isso,os que estavam no comercial não poderiam trafegar em lugar algum. Como as portas foram construídas para sair, eles se certificaram de que o motorista dublê estivesse seguro dentro do carro. 

Postar um comentário

0 Comentários