Morre Diego Maradona

O maior jogador de futebol da história da Argentina, Diego Armando Maradona, morreu quarta feira 25 de novembro de 2020, aos 60 anos, em decorrência de uma parada cardiorrespiratória.

Segundo informações do jornal “Clarín”, Maradona estava em casa, no bairro de San Andrés, em Buenos Aires, no momento do incidente.

O diário argentino “La Nación” diz que nove ambulâncias foram enviadas para socorrer o ex-jogador, mas que não puderam chegar a tempo para salvá-lo.

Em 4 de novembro de 2020, o ex-atleta ficou internado por oito dias após uma cirurgia para retirada de um coágulo no cérebro. A intervenção havia sido considerada como bem-sucedida e Maradona foi transferido para uma casa próxima de sua filha mais velha, na capital da Argentina, para se recuperar com segurança.

Nascido em 30 de outubro de 1960, em Lanús, na Argentina, Diego Maradona é considerado um dos maiores jogadores de futebol de todos os tempos e eterno camisa dez da seleção da Argentina. De temperamento forte, ele foi uma personalidade marcante e aclamada dentro e fora de campo, além de ser o grande responsável por levar ao seu país o título da Copa do Mundo de 1986. Maradona também foi o jogador que mais vezes capitaneou um time de seleção do que qualquer outro jogador da história da Copa do Mundo.

Maradona defendeu times como Barcelona, Napoli e Boca Juniors durante sua carreira de atleta. Já aposentado dos campos, o ex-jogador foi técnico do clube Gimnasia de la Plata da primeira divisão do campeonato de futebol argentino.