RETROSPECTIVA 2020 AVARÉ/SAÚDE "Ano é marcado por ações da Saúde no combate ao coronavírus"

  • Secretaria da Saúde também inaugurou novos equipamentos, ampliando acesso a serviços da área



O ano de 2020 foi marcado pela atuação da Secretaria Municipal da Saúde no combate à pandemia do coronavírus.

Mesmo em meio ao enfrentamento à doença, a pasta inaugurou novos equipamentos públicos, ampliando o acesso da população aos serviços de saúde, entre outras ações.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou a crise sanitária em 11 de março. Antes mesmo do primeiro caso ser confirmado em Avaré, a secretaria criou o Plano Municipal para o combate ao avanço da Covid-19.

O protocolo delimitou um espaço para o atendimento de pacientes com suspeita da doença no Pronto Socorro Municipal (PSM), além de disponibilizar equipe médica específica para esse fim.

Naquele momento, a pasta determinou ainda que a unidade de saúde “Dr Cecílio Jorge Neto” (Brasil Novo) concentrasse o atendimento diurno de moradores com falta de ar, um dos sintomas graves da Covid-19.

O primeiro caso da doença foi registrado em 6 de abril. Já a primeira morte ocorreu no dia 11 do mesmo mês.

Ainda em abril, a Secretaria Municipal da Saúde iniciou as atividades do Ambulatório de Síndrome Gripal, situado no Centro de Saúde I, popularmente conhecido como Postão da Rua Acre.

A unidade, que havia passado por reforma, foi reaberta naquele momento exclusivamente para receber pacientes com suspeita da doença.

Reafirmando o compromisso com a transparência, o avanço da Covid-19 no município passou a ser informado em boletins diários.

As informações atualizadas continuam sendo enviadas à imprensa e estão disponíveis para qualquer cidadão no Facebook e site da Prefeitura da Estância Turística de Avaré (avare.sp.gov.br).

Respiradores

Em outra frente, a Secretaria Municipal da Saúde desenvolveu ações com o objetivo de estruturar o sistema público local. Por ser referência regional, Avaré recebe pacientes com Covid-19 de 16 cidades.

Em junho, após gestão junto ao Governo Estadual, o município recebeu novos respiradores para reforçar a luta contra o vírus.

Agora são 10 leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) específicos para o tratamento de pacientes infectados pela doença, além das vagas reservadas na Enfermaria.

Os aparelhos estão reunidos na ala específica para internação de pessoas contaminadas pelo coronavírus na Santa Casa de Misericórdia, entidade que trabalha em convênio com o município.