"O Caixotão" POR J BARRETO

JORNAL DO GUMA "ARTIGO ESPECIAL"

Numa sessão da Câmara ouvi um vereador afirmar com toda clareza que se fosse na gestão do “Barbudo”, palavras dele, este Caixotão já estaria no chão, e que ele não entende como o mesmo ainda está em funcionamento pois o mesmo só serve para enfeiar a cidade.



Sr. ilustre parlamentar o que enfeia e envergonha a cidade não é o dito Caixotão, pois o mesmo atende os interesses das pessoas que labutam o dia todo ou que procuram o centro da cidade para cuidar de seus interesses, mas não possuem carrões, portanto dependem do transporte público.

Feio é alguém em sua megalomania, querendo agradar os donos do ninho que o abrigava mandar construir um monstrengo estilizando dois tucanos;o tucano de cima com tucano de baixo. O maior representa os nobres defensores da sociedade e o menor simboliza os usuários do Caixotão; é uma obra estrutural e funcionalmente falha, e que só corrói o cofre público.

Feio é uma Câmara cheia de assessores, onde um vereador usa da palavra livre pra pedir a troca de uma lâmpada queimada. Feio é um vereador radialista nas vésperas da procissão da Ponte Alta dizer em alto e bom som em seu programa que o mesmo a muitos anos manda distribuir banheirinhos no trajeto da caminhada para proporcionar o mínimo de conforto as romeiras, mentira deslavada, pois o mesmo nunca soube quem is fazia, tampouco dava uma palavra de estímulo ao mesmo, mas com essa mentira procura angariar mais alguns votos. Feio é ludibriar os eleitores mais simples com promessas que jamais foram cumpridas. Feio é ocupar as páginas dos jornais em reportagens que expõem suas mazelas, e que só envergonham nossa Avaré.

Se esta carapuça servir em alguém, não precisa me procurar, basta efetuar uma busca na imprensa desses últimos anos e ali terão suas memórias refrescadas.

J.Barreto (autor)