OUÇA A RÁDIO GUMA CLIQUE ACIMA

Vacina contra a Covid-19: Conheça as reações adversas mais comuns

 JORNAL DO GUMA "COVID-19"


O plano de vacinação contra a Covid-19 começou no final de dezembro para a diversos países europeus. Com o seu avanço foram sendo descobertas algumas reações adversas causadas pela inoculação. Conheça agora as mais comuns em duas das principais vacinas distribuídas mundialmente:

+ Vacina contra Covid-19 pode ser menos eficaz em pessoas obesas

No Brasil, os ventos adversos muito comuns previstos na bula da CoronaVac são dor de cabeça, cansaço e dor no local da aplicação. No caso da bula da Oxford/AstraZeneca, entre esses efeitos mais comuns estão sensibilidade, dor, sensação de calor, fadiga, calafrio, dor de cabeça e enjoos. A Anvisa considera que os eventos adversos mais frequentes relacionados às vacinas contra a Covid-19 não são graves e estão dentro do esperado.

Na Europa, segundo o jornal Express, que cita dados do Serviço Nacional de Saúde britânico, a vacina desenvolvida pela Pfizer/BioNTech foi avaliada em ensaios clínicos que envolveram mais de 44 mil participantes. Já a vacina de Oxford/AstraZeneca foi avaliada em ensaios clínicos que contaram com mais de 23 mil voluntários.

As reações adversas notificadas com mais frequência dessas fabricantes foram sensibilidade no local da injeção, dor no local da injeção, cefaleia (dor de cabeça), fadiga, mialgia, mal-estar, febre, arrepios, artralgia e náuseas. Estes sintomas foram relatados em mais de uma em cada 10 pessoas. Estas reações foram geralmente de intensidade leve ou moderada e resolvidas dentro de alguns dias após a vacinação.

ISTOÉ DINHEIRO

Postagem Anterior Próxima Postagem

INVISTA AQUI