Nada bom para Ronaldo! Presidente do Cruzeiro atualiza dívida milionária por Rodriguinho

TV AVARÉ
Do BolaVip

Ronaldo mal chegou e já tem uma grande ação financeira para tratar. O Cruzeiro Saf, comandada pelo ídolo Ronaldo Nazário, o Fenômeno, terá de quitar o pagamento de R$ 20 milhões na Fifa, para a derrubada da proibição de registrar jogadores, a chamada transfer ban. Mas há outra preocupação, o clube mineiro tem cerca de R$ 30 milhões de dívidas com o Pyramids, do Egito, por Rodriguinho.

Reprodutor de vídeo de: YouTube (Política de Privacidade, Termos)

O valor do débito atualizado, também discutido na Fifa, foi traçado pelo presidente do clube (da parte da associação civil), Sérgio Rodrigues, em entrevista ao canal do Youtube da Máfia Azul, principal organizada celeste.
"Por exemplo, R$ 20 milhões de transfer ban que a gente está, é ele (Ronaldo) quem vai pagar. Em tese, essa é uma dívida da associação, mas, se não pagar, não tem futebol. Ano que vem vamos ter de novo uma grande, do Rodriguinho, que foi comprado e mais uma vez não foi pago. Salvo engano, são mais de R$ 30 milhões do Rodriguinho", 
disse.

© Fornecido por Bolavip Brasil Bruna Prado/Getty Images - Rodriguinho enquanto defendia o Cruzeiro

A situação da dívida com o Pyramids é a seguinte: o Cruzeiro sofreu condenação parcial na Fifa em dezembro de 2020, e teria de pagar 3 milhões de dólares (hoje R$ 17 milhões) ao clube egípcio pelo não pagamento de quatro parcelas de 500 mil dólares, mais uma parcela de 1 milhão de dólares, não pagas entre dezembro de 2019 e dezembro de 2020.
"Estou falando de um investimento que precisa ser feito, é para garantir uma operação boa no ano que vem, para não ter atraso de salário e punição na Fifa", 
concluiu Sérgio Rodrigues.

Além de tudo citado acima, o Cruzeiro também foi condenado a pagar 300 mil dólares (cerca de R$ 1,7 milhão na cotação atal) de multa. O clube mineiro preparou recurso para discutir a situação na “segunda instância da Fifa”, mas para esta alegação, ainda não houve veredito.

Leitura recomendada: