7 chás de semente que são ótimos para o seu organismo

JORNAL DO GUMA

Você já tentou usar sementes de frutas e plantas para fazer chás medicinais? Muita gente não sabe, mas não são apenas as folhas e flores que são ricas em antioxidantes e outras substâncias terapêuticas. O ideal, inclusive, é sempre aproveitar os vegetais integralmente (incluindo as cascas e sementes) para preparar saladas, chás, sucos e diferentes receitas no dia a dia. E, para que você aprenda a fazer bebidas mais nutritivas e saudáveis, nós listamos 7 opções de chás de semente que fortalecem a imunidade, auxiliam na digestão e fazem bem para o organismo como um todo. Confira!




1. Chá de semente de melancia

As sementes de melancia são ricas em ômega 3 e 6 - ácidos graxos essenciais que ajudam na saúde do coração. Além disso, elas têm propriedades diuréticas e antioxidantes responsáveis por evitar o acúmulo de líquidos (reduzindo inchaços) e fortalecer a imunidade. A parte interessante é que esse chá pode ser consumido tanto quente quanto gelado. Vale a pena experimentar!

Ingredientes

- 1 colher de sobremesa de sementes de melancia

- 500 ml de água

Primeiro, coloque a água para ferver. Nesse tempo, aproveite para amassar levemente as sementes (para que elas soltem o óleo). Quando a água estiver borbulhando, apague o fogo e jogue as sementes. Tampe e espere cerca de 1 hora. Depois, basta coar, levar à geladeira (caso queira tomar gelado) e prontinho!

2. Chá de semente de girassol

Além de ser usada em receitas de saladas, pães e bolos caseiros, a semente de girassol também é ótima para o preparo de chás medicinais. Por ser fonte de fibras, antioxidantes, magnésio e triptofano (aminoácido precursor da serotonina), ela ajuda muito no controle do colesterol, do índice glicêmico e na melhora do humor (amenizando sintomas de estresse e ansiedade, por exemplo). Esse chá é feito geralmente a partir da farinha das sementes e costuma ser consumido ainda quente.

Ingredientes

- 1 colher de sopa cheia de farinha de sementes de girassol

- 500 ml de água

Você deve começar preparando a farinha de sementes de girassol (que também é ótima para fazer massas caseiras). Coloque-as em uma assadeira e leve para o forno preaquecido a 180°C por cerca de 20 minutos. Depois, bata-as no processador e reserve. Leve a água para ferver em uma leiteira e, quando começar a formar pequenas bolhas, apague o fogo. Insira a farinha, misture, tampe e deixe em infusão por pelo menos 10 minutos. Em seguida, basta coar e beber.

3. Chá de semente de abóbora🔻

O chá de semente de abóbora se destaca por ajudar no combate à anemia, na saúde do coração e do sistema digestivo (amenizando dores de barriga, por exemplo). Isso porque as sementes de abóbora são fontes de ferro, magnésio, gorduras benéficas, substâncias antioxidantes e anti-inflamatórias. A nossa dica é preparar o chá e beber logo em seguida (ainda quente) para usufruir melhor de todos os benefícios.

Ingredientes

- 1 colher de sopa de farinha de sementes de abóbora

- 500 ml de água

Comece preparando a farinha de semente de abóbora. Para isso, leve-as para assar no forno preaquecido a 180°C por 20 minutos e, depois, triture no processador. Leve a água para o fogo e, quando estiver fervendo, jogue a farinha, tampe a panela e apague o fogo. Deixe em infusão por 5 minutos, coe e beba em seguida.

4. Chá de semente de abacate

Caso você não saiba o que fazer com a semente do abacate, a nossa dica é apostar em receitas de chás e sucos detox. Além de ser fonte de gorduras benéficas, essa semente é rica em substâncias antioxidantes, que fazem bem para a saúde da pele e da imunidade, e também em fibras e até proteínas. Geralmente, esse chá é feito a partir do pó obtido das sementes assadas e trituradas.

Ingredientes

- 1 colher de sopa de farinha de semente de abacate

- 500 ml de água

Primeiro, corte as sementes do abacate em pedaços menores e, então, leve para assar no forno preaquecido a 180°C por 15 minutos. Depois, leve ao processador para formar o pó (que também pode ser usado em vitaminas e smoothies). Coloque a água para ferver e, quando começar formar pequenas bolhas, apague o fogo, jogue o pó das sementes, tampe a panela e espere 10 minutos. Depois é só coar e servir nas xícaras.

5. Chá de semente de cominho

Que tal preparar um chá medicinal usando sementes de cominho? Essa especiaria, para quem não sabe, é ótima para dar mais sabor a pratos salgados, como molhos, risotos, carnes e massas. O chá dessa semente se destaca por ser bem aromático, é muito indicado para tratar gases, diarreias e dores abdominais, além de ter um alto teor de antioxidantes que ajudam a melhorar a saúde da pele, dos cabelos, unhas e do sistema imunológico.

Ingredientes

- 2 colheres de sopa de sementes de cominho

- 500 ml de água

Para preparar, coloque a água para ferver em uma leiteira e, quando começar a borbulhar, apague o fogo. Joque as sementes de cominho, apague o fogo e, então, tampe a panela e espere uns 10 minutos. Depois é só coar e beber!

6. Chá de sucupira

As sementes de sucupira (encontradas em uma árvore nativa da América do Sul) se destacam por ter substâncias anti-inflamatórias, analgésicas e antioxidantes que ajudam a tratar dores de garganta e até artrite a longo prazo. O chá de sucupira é um dos mais indicados para tratar dores crônicas e deve ser consumido preferencialmente logo após o preparo.

Ingredientes

- 3 sementes de sucupira

- 500 ml de água

Para começar, amasse as sementes para que elas soltem o óleo. Depois, coloque a água na panela e jogue as sementes em seguida. Quando começar a borbulhar, apague o fogo e espere mais 5 minutos. Depois é só coar e servir nas xícaras.

7. Chá de endro

Além de preparar um chá com as folhas de endro, você também pode usar as sementes da planta para fazer uma bebida ainda mais terapêutica. Essas sementes têm propriedades calmantes (indicadas para amenizar sintomas de estresse e ansiedade), anti-inflamatórias e até laxativas. Ou seja, ajudam a tratar constipação intestinal e também amenizam dores de cólicas.

Ingredientes

- 1 colher de sopa cheia de sementes de endro

- 500 ml de água

Coloque a água para ferver e, quando começar a borbulhar, apague o fogo e despeje as sementes de endro. Tampe a panela e deixe em infusão por pelo menos 10 minutos. Para finalizar, basta coar a bebida e servir em seguida. Prontinho!

🔻Os principais benefícios da semente de abóbora para a saúde são:

1. Favorece o relaxamento e promove o bem-estar

Essas sementes possuem uma elevada quantidade de magnésio e triptofano, que são substâncias que atuam a nível cerebral, ajudando a combater o excesso de estresse, o cansaço e estimular a memória.

2. Perda de peso

As sementes de abóbora são ricas em fibras, promovendo uma maior sensação de saciedade e fazendo com que a pessoa diminua a quantidade de alimento consumida no dia a dia, ingerindo menos calorias e favorecendo a perda de peso.


3. Ajuda a aumentar a massa muscular

As sementes de abóbora são uma excelente fonte de proteínas, por isso pode ser interessante incluir na alimentação quando o objetivo é ganhar massa muscular, podendo ser incluída em saladas, em vitaminas, no iogurte, nos cereais e nos lanches.


4. Protege as células do organismo

Devido ao seu elevado teor de antioxidantes como os carotenoides e a vitamina E, as sementes de abóbora ajudam a proteger as células do organismo do efeito dos radicais livres, ajudando a diminuir a inflamação, assim como ajuda a diminuir o risco de alguns tipos de câncer, como o de estômago, próstata, cólon e mama.


5. Diminui a inflamação

As sementes de abóbora são uma excelente fonte de ômega-3, no qual exerce uma ação anti-inflamatória contra os processos de estresse ou de doenças que possam estar causando um estado do inflamação do corpo, ajudando a proteger o organismo de doenças cardiovasculares e cerebrais e melhorando a memória e a disposição. Conheça todos os benefícios do ômega-3.

6. Melhora a saúde da próstata e da tireoide

As sementes de abóbora são ricas em zinco, um mineral que é importante para fortalecer o sistema imune e que ajuda a regular o funcionamento da tireoide. Alguns estudos demonstraram que o consumo diário dessas sementes ajuda a diminuir os sintomas de hiperplasia benigna da próstata e a melhorar a qualidade de vida.

7. Ajuda a combater os parasitas intestinais

Essas sementes têm sido utilizadas como remédio caseiro para combater os parasitas intestinais, já que possuem ação anti-parasitária e anti-helmíntica, podendo ser consumida tanto por crianças quanto por adultos.

8. Combate a anemia

As sementes de abóbora são uma excelente fonte vegetal de ferro e, por isso, ajudam a combater a anemia, podendo também ser consumida por pessoas veganas ou vegetarianas para aumentar a quantidade de ferro no organismo.

É importante que em conjunto com as sementes de abóbora seja consumida também algum alimento fonte de vitamina C, pois assim é possível favorecer a sua absorção intestinal. Alguns alimentos ricos em vitamina C são a laranja, a tangerina, o mamão, os morangos e o kiwi. Veja uma lista dos alimentos ricos em vitamina C.

9. Alivia a dor de barriga

As sementes de abóbora ajudam a aliviar a dor de barriga e as cólicas menstruais, já que contém magnésio, que é um mineral que atua diminuindo a contração muscular e o funcionamento dos nervos e, como consequência, a dor menstrual.

10. Cuida da saúde do coração

Essas sementes possuem fitoesterois, magnésio, zinco, ácidos graxos bons e ômega-3, que ajudam a manter a saúde do coração já que exercem um efeito cardioprotetor, uma vez que ajudam a controlar a pressão arterial, a reduzir o risco cardiovascular, diminuir os níveis de colesterol e a controlar os níveis de açúcar no sangue.

11. Regula os níveis de açúcar no sangue

Como tem grande quantidade de fibras e de magnésio, as sementes de abóbora ajudam a regular os níveis de açúcar no sangue, sendo muito importante para as pessoas diabéticas e para quem possui obesidade com resistência à insulina ou hiperinsulinismo.

Como preparar as sementes de abóbora

Para consumir as sementes de abóbora, deve se extrair diretamente da abóbora, lavá-las, colocar em um prato e deixar exposto ao sol. Assim que estiverem secas, já podem ser consumidas.

Outra forma de preparar as sementes de abóbora é colocando-as em uma bandeja com papel vegetal e colocar no forno a 75ºC e deixar até que fiquem douradas, o que leva mais ou menos 30 minutos. É importante mexer de vez em quando a bandeja para evitar que as sementes queimem. Também podem ser torradas em uma frigideira ou no microondas.

Caso deseje dar um sabor diferente à semente de abóbora, é possível colocar nas sementes um pouco de azeite de oliva ou uma pitada de canela, gengibre, noz moscada ou sal.

Como consumir as sementes de abóbora

1. Sementes secas

As sementes de abóbora devidamente secas podem ser usadas inteiras na salada ou na sopa, por exemplo, ou como forma de aperitivo, quando é polvilhado um pouquinho de sal e gengibre em pó, como é comum na Grécia.

No entanto, não se deve adicionar muito sal, especialmente se sofrer de hipertensão. Consumir cerca de 10 a 15 gramas de sementes todos os dias por 1 semana é bom para eliminar os vermes intestinais.

2. Semente triturada

Pode-se adicionar aos cereais, iogurte ou suco de frutas. Para triturar basta bater as sementes secas num mixer, liquidificador ou processador de alimentos. 

3. Óleo de semente de abóbora

Pode ser encontrado em certos supermercados, ou encomendado pela internet. Deve ser usado para temperar a salada ou adicionar à sopa depois de pronta, porque este óleo perde seus nutrientes ao ser aquecido, e por isso deve sempre ser usado frio.

No caso dos parasitas intestinais, é recomendado o consumo de 2 colheres de sopa do óleo de semente de abóbora por dia, durante 2 semanas.