OUÇA A RÁDIO GUMA CLIQUE ACIMA

Saiba mais sobre o NOVO Ensino Médio

JORNAL DO GUMA
Do Guia da Educação


Estabelecido pela Lei n°13.415/2017, o Novo Ensino Médio está previsto para ser aplicado integralmente até 2024. A reforma no currículo escolar tem como propósito oferecer uma educação de qualidade e viabilizar um ensino que valorize a realidade e o interesse dos(as) estudantes. Ela está apoiada nos seguintes pilares:

  • Aumento da carga horária: a mudança prevê acréscimo progressivo no tempo do(a) estudante na escola, de 800 para 1400 horas anuais;
  • Inclusão de um ensino por área do saber: o conteúdo será estruturado para privilegiar um ensino interdisciplinar e a partir de eixos do conhecimento (linguagens e suas tecnologias, matemáticas e suas tecnologias, ciências da natureza e suas tecnologias, e ciências humanas e sociais aplicadas);
  • Inserção de um itinerário formativo: trata-se do planejamento e execução de cursos, oficinas e projetos voltados para que os(as) estudantes se aprofundem na área do saber que têm mais interesse e/ou pretendem seguir carreira;
  • Ampliação na distribuição de ensino técnico: o modelo busca promover e distribuir o ensino técnico, existente em apenas algumas instituições, no máximo possível de escolas e respeitando os recursos disponíveis para isso.

Com isso, prioriza-se uma formação que não só garanta ferramentas suficientes para que alunos(as) consigam criar e colocar em prática seus próprios projetos de vida, mas que também considere suas aptidões no processo. Para que isso seja possível, cada instituição terá autonomia para estruturar os conteúdos obrigatórios e complementares — tendo como parâmetro a Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Principais dúvidas e desafios do novo modelo

Como qualquer grande mudança, o Novo Ensino Médio ainda causa muitas dúvidas no ambiente escolar e demais setores da sociedade. Além disso, existe muito receio quando se trata dos diversos desafios que deverão ser enfrentados para atender minimamente ao que o modelo se propõe. Vamos entender melhor algumas das principais questões e quais dificuldades devem ser superadas:

Alguma disciplina será eliminada do currículo?

Esta é uma das dúvidas mais comuns e a resposta para ela é não. A mudança, como já mencionado, estabelece o foco de ensino em grandes áreas do conhecimento e dentro delas todas as disciplinas que já conhecemos serão trabalhadas. Nesse sentido, o principal desafio é fazer com que elas dialoguem entre si de modo a potencializar o processo de aprendizagem.

Como será a jornada dos(as) professores(as)?

A nova proposta curricular não prevê alterações na jornada dos(as) docentes, informa apenas que se deve respeitar a carga horária definida por lei. Contudo, para muitos(as) profissionais, o ideal seria reduzir a jornada para garantir não apenas descanso devido como qualidade na preparação de novos conteúdos. Portanto, conciliar o tempo de preparação e entrega de materiais obrigatórios e optativos é o principal desafio de profissionais da educação.

Haverá aumento do corpo docente?

Uma das soluções para a questão anterior é o aumento do corpo docente. O Novo Ensino Médio permite, inclusive, a contratação de profissionais de notório saber, desde que reconhecidos pelo sistema de ensino e somente para as formações técnicas e profissionais. Entretanto, não são todos os governos estaduais que pretendem dispor recursos financeiros para isso, conforme artigo de 2021 do portal de notícias G1 — e o governo federal não concederá recurso adicional.

Como o aumento da carga horária atingirá alunos(as) que trabalham?

Com a oferta de disciplinas extras, parte do itinerário formativo, muitos(as) estudantes do período da noite poderão ser afetados de maneira negativa. Isso porque uma das soluções prevê o ensino remoto, abrindo margem, assim, para uma aprendizagem desigual. Por essa razão, é preciso planejar com muito cuidado a integração desse público no novo modelo de ensino.

Curso gratuito sobre o Novo Ensino Médio

Comprometida com a construção prática do novo modelo de educação, a associação Nova Escola oferece o curso gratuito Ensino Médio na BNCC. Voltado para discutir propostas que auxiliem na materialização de uma aprendizagem que coloque alunos(as) no protagonismo e amplie os efeitos da atuação de professores(as), o conteúdo foi dividido em duas trilhas de formação:

Os temas estabelecidos dialogam com as necessidades de todos os agentes envolvidos no ambiente escolar, com sugestões não apenas de especialistas e professores(as), mas também de alunos(as). Ambas as trilhas possuem 8 videoaulas mais um trailer de apresentação e podem ser percorridas no canal da associação, disponível no YouTube. O acesso não requer inscrição, basta clicar no tema de interesse e começar a assistir.

Agora que você sabe do que se trata e quais são as particularidades do Novo Ensino Médio, comente quais são suas expectativas sobre o novo modelo e como elas podem ser atendidas em sala de aula!

No Canal do Ensino, leia também:

Postagem Anterior Próxima Postagem

INVISTA AQUI