OUÇA A RÁDIO GUMA CLIQUE ACIMA

MORRE PROFESSORA CASTORINA

JORNAL DO GUMA
Da redação


Uma das pessoas mais representativas e emblemáticas da sociedade Avareense, Castorina Leme Cavalheiro Rodrigues, que foi presidente da Casa de Artes e Artesanato Floriza Souto Fernandes entre inúmeras outras atividades beneméritas faleceu na madrugada de 2 de março de 2022.

Castorina Rodrigues 

Alegre e extrovertida, a professora Castorina também era uma artista plástica que em suas telas usava 
"...muito vermelho, amarelo e laranja", 
suas cores prediletas, para compartilhar a sua arte. 
"Desenhar é minha vida sempre carrego minhas telas de muito amor. Amo meus filhos, mas amo todos os meus alunos, dos quais jamais me esqueço", 

dizia sempre 

Religiosa, devota de Nossa Senhora Aparecida, de Santa Rita de Cássia e de Santo Expedito, Castorina, sempre se dedicou à família e às artes, expondo seus trabalhos em lugares públicos. 

TRAJETÓRIA - Nascida na Estância Turística de Paranapanema em 13 de dezembro de 1929, Castorina é filha de Ângelo Leme Cavalheiro e de Idalina Maria Sales Cavalheiro. Passou a infância e a juventude em Piraju, onde estudou. Formou-se em 1950 e começou a lecionar Desenho e Caligrafia no Colégio Rui Barbosa.
Mudou-se para Avaré em 1951, prestou concurso e passou a dar aulas no Ginásio do Estado, a atual Escola Estadual Cel. João Cruz. Também lecionou nas escolas Maneco Dionísio e Matilde Vieira. Em meados dos anos 1960 foi quem idealizou e motivou os estudantes a preparar os enfeites de Corpus Christi nas ruas da cidade.
Casou-se em 1955 com o empresário Fausto dos Santos Rodrigues, com quem teve os filhos Ângela Christina, Manoel Roberto, Regina Coeli, Ana Luzia, Fausto Júnior (Maninho) e Maura.
Aposentada em 1982, dona Castorina continuou sempre apoiando iniciativas culturais.

Postagem Anterior Próxima Postagem

INVISTA AQUI