OUÇA A RÁDIO GUMA CLIQUE ACIMA

Conheça os maiores e os menores salários do país

JORNAL DO GUMA
Do Poder360


blog.alfaconcursos.com.br

As 10 profissões que pagam as maiores remunerações médias do Brasil contam com 13.900 empregados. É 0,03% dos mais de 40,8 milhões de empregos formais do país.

Das 10 maiores remunerações médias, 7 são do Ministério Público. Considerando benefícios como auxílios moradia, transporte e alimentação, o salário médio chega a R$ 41.359 no caso dos procuradores regionais da República. Ou seja, passa do teto de R$ 39.293 do funcionalismo público.

© Fornecido por Poder360

As outras 3 ocupações que figuram na lista das maiores remunerações médias do Brasil são do setor financeiro e da indústria. Eis as profissões: 1) diretor de produtos bancários, 2) diretor de câmbio e comércio exterior e 3) diretor de produção e operações da indústria de transformação, extração mineral e utilidades. 

O diretor de produtos bancários tem uma remuneração média de R$ 41.327. É o 2º maior valor do Brasil, atrás apenas do rendimento dos procuradores regionais da República. A Febraban (Federação Brasileira de Bancos) disse que a quantia mostra a valorização da função. 

“No setor bancário brasileiro, a política de remuneração é interna a cada banco, mas, de regra, o processo de admissão dos profissionais acompanha a valorização de cada função no mercado de trabalho. A partir daí, a remuneração segue a convenção coletiva de trabalho e o plano de cargos e salários de cada empresa”, afirmou.

Já o MPF (Ministério Público Federal) citou os benefícios que ficam fora do teto do funcionalismo público como uma explicação para os valores pagos aos procuradores, subprocuradores e promotores.

Piores

A menor remuneração média do Brasil é do produtor de cacau, que ganha cerca de R$ 816 por mês. Criadores de jacaré e pugilistas também ganham menos de R$ 1.000. 

© Fornecido por Poder360

Ministério do Trabalho e Previdência listou as 10 maiores e as 10 menores remunerações médias do Brasil a pedido do Drive, com base na RAIS (Relação Anual de Informações Sociais). O Drive levantou os valores no recém-lançado Guia Brasileiro de Ocupações.

Postagem Anterior Próxima Postagem

INVISTA AQUI