OUÇA A RÁDIO GUMA CLIQUE ACIMA

MORRE Suzana Faini

 JORNAL DO GUMA


© Paulo Liebrt/EstadãoSuzana Faini, à esquerda, com o elenco da peça 'Lágrimas Amargas de Petra Von Kant'
Morreu, aos 89 anos, nesta segunda, 25, a atriz Suzana Faini. Ao longo de 70 anos de carreira, ela teve atuações marcantes em novelas da Rede Globo, além de atuar no cinema e no teatro. A morte ocorreu por complicações do Parkinson.

Suzana iniciou a carreira artística como bailarina mas, pouco depois de completar 34 anos, passou a estudar teatro com Maria Clara Machado. Dois anos depois, em 1969, fez sua estreia no cinema no filme Os Paqueras, de Reginaldo Faria.

Ela jamais abandonou a tela grande. Ao longo da carreira, atuou em longas como A Extorsão, de Flávio Tambellini; O Crime do Zé Bigorna, de Anselmo Duarte; ou Eternamente Pagu, de Norma Bengell (ela também dirigiu documentário sobre Machado de Assis).

Ao mesmo tempo, porém, desenvolvia uma intensa carreira como atriz de novelas. Seu primeiro grande sucesso foi em Irmãos Coragem, em 1970, ao qual se seguiram participações em Dancin’Days, Pai Herói, Selva de Pedra, Direito de Amar, Mandala, Top Model, Salomé e, mais recentemente, Caminho das Índias, Escrito nas Estrelas, Salve Jorge, A Favorita e Espelho da Vida.
No teatro, teve atuações marcantes em peças como Um Certo Hamlet, As Bruxas de Salém, Phaedra e O Retrato de Gertrude Stein Quando Homem.

Postagem Anterior Próxima Postagem

INVISTA AQUI