OUÇA A RÁDIO GUMA CLIQUE ACIMA

6 dicas para quem quer ser artista profissional

  • Você chegou ao momento em que se sente artisticamente maduro(a) e está pensando que talvez seja a hora de se tornar um(a) artista profissional. De viver da sua arte. Preparamos algumas dicas que vão te ajudar a focar e te nortearão sobre alguns pontos importantes nesta jornada.
JORNAL DO GUMA
Do Clube MIS


Tornar-se um artista profissional exige muito tempo, paciência e resiliência

Tenha consciência de que o caminho será longo e cheio de altos e baixos. No início haverá muitas decepções e poucas alegrias. Aprenda a aproveitar os momentos de júbilo e de grande inspiração. Lembre-se que o centro deste processo é você, aprenda o máximo que puder sobre a melhor maneira de se apresentar seu trabalho e a si como artista. Não delegue esta função a ninguém, ela é sua.

Parece frase feita, mas não é, não há certo ou errado

Você pode pensar que para divulgar e comercializar sua arte, há uma maneira “certa”, ou talvez você ache que não conhece o caminho para se reconhecido e que outros artistas conhecem, ou ainda talvez que você pegou o caminho errado. Vou te contar uma verdade: não existe caminho certo ou errado. Pesquise muito e estude, assim você aprimorará sua visão de negócio e poderá desenhar e aplicar suas estratégias do seu jeito.

Esse é um negócio muito competitivo, concentre-se no que realmente importa, não perca tempo com dúvidas que não levam a lugar nenhum: que trabalho vende mais? Qual meu melhor trabalho? Qual trabalho é mais fácil de vender? Use seu tempo com o que realmente te leva a criar valor: pesquisar, produzir, comercializar.

  • Ser artista também significa ser empresário e compreender as tendências do mercado de arte

Hoje, você não precisa necessariamente de uma galeria para representá-lo(a), com o surgimento da internet e das mídias sociais, abriu-se uma enorme possibilidade para aproximar interessados em arte e artistas. Agora você tem a possibilidade de apresentar seus trabalhos em sites, mas você precisa estar atento que esta oportunidade trás mais uma responsabilidade: Você agora tem que entender os meandros do mercado de arte. Ter um bom site é o mínimo, sua presença na mídia social é uma necessidade, manter um inventário é fundamental e a capacidade de vender obras de arte diretamente não é apenas possível, mas desejável.

Desenvolva seu lado comercial

Chegamos então a um fato ao qual você não pode fugir, ou deixar de lado, você tem que aceitá-lo. Aprenda tudo o que puder sobre marketing, organize-se e desenvolva as habilidades necessárias. Você pode ter ótimas obras em seu estúdio, mas elas, lentamente, se tornarão pequenas sem exposição.

Novamente, você tem que assumir que não pode parar de aprender, isso implica em se questionar continuamente. Talvez procurar um mentor seja uma boa solução, ele pode te ajudar a encontrar um caminho a seguir.

Mais uma sugestão muito importante: participe de uma rede, todo mundo precisa de uma “tribo” de apoio.

O começo é muito difícil, não conte apenas com o dinheiro da venda de seu trabalho

Ter outra fonte de renda é muito importante quando você está começando e possivelmente também será ao longo de sua carreira como artista.

Você não pode apenas fazer o que “vai vender”, tentar agradar a todos com algum tipo de arte é a receita para fazer peças que não serão tão boas. Você precisa criar e produzir peças que você realmente ame, só assim os compradores certos aparecerão.

Não desista e enfrente a rejeição

Dúvidas sempre aparecem durante a carreira e às vezes você poderá se questionar se tem ou não tem talento. Lembre-se, acreditar em si mesmo é fundamental para o sucesso artístico.

Você tem que estar disposto a aceitar muitos “nãos” para finalmente obter um “sim”; não tenha medo e esteja disposto a correr riscos; é muito importante enfrentar e superar as fases ruins, que são comuns a todos. Cultive, explore sua criatividade e domine suas habilidades, persistir é fundamental.

Postagem Anterior Próxima Postagem

INVISTA AQUI