OUÇA A RÁDIO GUMA CLIQUE ACIMA

Charles 3º é proclamado rei do Reino Unido

  • Enquanto Elizabeth assumiu o trono quanto o Reino Unido ainda era uma potência, Charles herda um país que vive uma crise de identidade e se tornou um ator secundário na geopolítica global. Além de ter optado por uma guinada isolacionista com o brexit, o divórcio com a União Europeia, tem sua própria existência sob risco.

© Getty Images

JORNAL DO GUMA
Notícias ao Minuto Brasil

DE FOLHAPRESS

MUNDO REI-CHARLES 3º



Charles 3º, 73, foi proclamado o novo rei do Reino Unido na manhã deste sábado (10), em cerimônia no palácio de Saint James, em Londres. A proclamação foi lida pouco depois das 10h no horário local (6h em Brasília). Pela primeira vez, o evento foi transmitido pela televisão.

Charles assumiu o trono automaticamente após a morte da mãe, Elizabeth 2º, na quinta-feira (8). A cerimônia deste sábado, contudo, proclamou o novo cargo de Charles e faz parte de uma série de eventos que antecedem o funeral da rainha –ainda sem data para acontecer.

Na primeira parte da cerimônia, da qual o rei não participou, o lorde presidente do grupo chamado Conselho de Adesão anunciou a morte da rainha Elizabeth 2ª e proclamou o novo monarca. O conselho é formado por deputados, o prefeito de Londres, funcionários públicos, altos comissários dos países do Commonwealth, a primeira-ministra, Liz Truss, e uma série de lideranças religiosas.

Estavam presentes ainda os ex-ministros do Reino Unido Boris Johnson, Theresa May, David Cameron e Tony Blair.

Em outra etapa da cerimônia, o rei Charles 3º fez seu juramento no qual se comprometeu a "defender o governo constitucional e buscar a paz, a harmonia e a prosperidade dos povos dos reinos e territórios da comunidade britânica em todo o mundo".

"Estou ciente desta herança e dos deveres e responsabilidades de soberania que são passados a mim", disse Charles 3º durante discurso.

Assim como no primeiro pronunciamento à nação como rei, nesta sexta (9), o monarca buscou honrar o legado da mãe, a rainha Elizabeth 2º. "O reinado [de Elizabeth 2ª] foi inigualável em sua duração, dedicação e devoção. [...] Eu sei o quão profundamente vocês e toda a nação, e acho que posso dizer que o mundo inteiro, se solidariza comigo pela perda irreparável que todos sofremos".

Durante a cerimônia, foi anunciado que o dia do funeral da rainha Elizabeth 2ª será feriado em todo o Reino Unido, mas a data ainda não foi definida. Também não há, por ora, data para a coroação de Charles 3º –o evento pode acontecer daqui a mais de um ano.

Monarca mais velho a assumir o trono britânico na história e o que passou mais tempo como príncipe herdeiro, Charles deve fazer de seu reinado um período de transição entre o da mãe, venerada pela dedicação ao serviço público, e o do filho William, 40, visto como a modernização da realeza.

Enquanto Elizabeth assumiu o trono quanto o Reino Unido ainda era uma potência, Charles herda um país que vive uma crise de identidade e se tornou um ator secundário na geopolítica global. Além de ter optado por uma guinada isolacionista com o brexit, o divórcio com a União Europeia, tem sua própria existência sob risco.

Estão no horizonte um novo referendo sobre a independência da Escócia, pressões crescentes para a integração da Irlanda do Norte à República da Irlanda e até um ressurgente nacionalismo em Gales –algo particularmente doloroso para um homem que ficou tão associado à região.
Postagem Anterior Próxima Postagem

INVISTA AQUI