OUÇA A RÁDIO GUMA CLIQUE ACIMA

Médicos da Santa Casa de Avaré manifestam apoio a instituição que sofre grave crise financeira

  • Os médicos do Corpo Clínico da Santa Casa de Misericórdia de Avaré manifestaram apoio a instituição que sofre com uma grave crise financeira gerada por aumento de custos de materiais médicos, medicamentos e produtos hospitalares que, após o momento crítico da Covid-19.
JORNAL DO GUMA
De A Voz do Vale 

Segundo os médicos, a Santa Casa se tornou referência no tratamento contra a Covid com a abertura de 15 novos leitos de UTI/Covid e 35 leitos de enfermaria. “Os recursos recebidos ao longo do tratamento de toda a pandemia não foram repassados nos moldes que deveriam, pois os valores ficaram muito abaixo dos custos, ficando o hospital impactado na compra de insumos, medicamentos e materiais descartáveis assim como todas as outras instituições, dependentes do mercado”.

Os preços pagos pelo Sistema Único de Saúde – SUS seriam outro problema grave, pois estariam defasados desde 2005. Os médicos também relataram a falta de apoio da Diretoria Regional de Saúde de Bauru (DRS-6).

Outro problema seria a dificuldade financeira com os leitos da UTI. “Estamos operando desde março/2022, 20 leitos de UTI, com valores muito abaixo das necessidades de custeio”.

Ainda segundo os profissionais, a Santa Casa recebeu o credenciamento de alta complexidade para neurocirurgia, “valores esses que há muito tempo não são atualizados”, “gerando custos altos com antibióticos, tratamentos fisioterápicos e suporte de alimentação enteral industrializado”.

 Moção de apoio.pdf






Postagem Anterior Próxima Postagem

INVISTA AQUI