OUÇA A RÁDIO GUMA CLIQUE ACIMA

Prevenção ao suicídio é tema de mesa redonda com profissionais da saúde

  • Evento realizado na quinta-feira, 29, marcou encerramento da Campanha Setembro Amarelo


Profissionais de diversas áreas participaram de uma mesa redonda na Câmara de Vereadores que discutiu a valorização da vida e a prevenção ao suicídio.

O evento aberto ao público realizado na quinta-feira, 29, marcou o encerramento da Campanha Setembro Amarelo, parceria entre o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) e a Secretaria Municipal da Saúde.

A discussão contou com a participação da enfermeira Maíris Alarcão Duarte de Oliveira Silvestre, doutoranda em Saúde Coletiva e responsável pela Vigilância Sanitária de Avaré, que falou sobre o tema “Suicídio: um problema de saúde pública ou vai além?”.

Já a psicóloga Josiane Fernandes abordou o assunto “A construção multifatorial do suicídio”. Andreia Cristina Dias Lemes, técnica de Enfermagem do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), falou sobre abordagem e manejo em situações de emergência.

O tema “Direitos fundamentais, direitos humanos, direito à vida: de quem é essa responsabilidade?” foi debatido pela defensora pública Fernanda Penteado Balera, que participou por meio de chamada de vídeo.

A mesa redonda contou ainda com a participação do psicólogo Vinícius da Silva Blásio, coordenador do CAPS II de Avaré, que falou sobre o cuidado da pessoa em sofrimento existencial.
Outras atividades serão desenvolvidas até o final do ano para alertar sobre o problema, informou a organização.

Programação

A programação desenvolvida ao longo do mês contou com discussões e capacitação. Uma palestra voltada para profissionais da saúde foi realizada no último dia 22 no auditório da Secretaria Municipal da Saúde.

Cuidados, manejo e acolhimento do paciente com ideação suicida foram alguns dos temas em pauta no evento que contou com a participação do SAMU.

O objetivo foi capacitar os profissionais da rede para oferecer o primeiro acolhimento aos pacientes, bem como encaminhá-los para a continuidade do atendimento.

Em parceria com estudantes de Psicologia da UniFSP e a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SEMADS), a equipe do CAPS realizou no dia 13 uma dinâmica de grupo no Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) IV. A proposta foi conscientizar os usuários atendidos no território.

Outra ação ligada ao Setembro Amarelo foi desenvolvida no dia 12 no CRAS II. O objetivo também foi conscientizar os usuários sobre o tema.

Uma capacitação voltada para médicos da rede básica foi realizada ainda no dia 6 de setembro. Na ocasião, o psiquiatra João Evangelista Vasconcelos falou sobre transtornos psiquiátricos, comportamento suicida e tratamento medicamentoso, entre outros assuntos.

O foco foi orientar sobre o atendimento da demanda do comportamento suicida, bem como aprimorar o atendimento em rede em favor desses pacientes.
Postagem Anterior Próxima Postagem

INVISTA AQUI