OUÇA A RÁDIO GUMA CLIQUE ACIMA

As infinitas possibilidades de estar vendo algo que não é real nas mídias sociais

 JORNAL DO GUMA

Coluna D+

Imagem ilustrativa

  • As infinitas possibilidades de estar vendo algo que não é real nas mídias sociais.

Qual o impacto que pode ter na vida das pessoas.

A decorrência de conteúdos, histórias, vídeos contados de maneira equivocada, ou sem realidade dos fatos, pode acontecer algo que a maioria não consegue perceber, devido a vida, correria dos afazeres.

Essas falsas situações podem levar uma pessoa a acreditar em valores distorcidos, e programados para que um ser humano aja pela situação adversa ali contada, o que vem preocupando grandes estudiosos, profissionais da área da saúde como terapeutas em modo geral, que já se especialização em transtornos digitais, devido ao impacto errôneo que está tomando conta da mente humana.

Isso é estudo real, pois uma criança exposta a muito tempo de vida digital, pode modificar sua capacidade de percepção e sensibilidade dos reais fatos, assim poderíamos dizer, um mundo paralelo, a realidade vivida.

Conversando com professores muitas vezes relatam, que a mente de uma criança está tão acelerada, que ela nem vive a situação aluno sala de aula, pois a mente está focada na realidade virtual que vive constantemente, pais delegam a vida digital a educar seus filhos, adolescentes e assim gerando possíveis adultos dependentes da vida virtual.

Essa irrealidade de fato que vem preocupando especialistas, estudiosos, até onde um ser humano, pode deixar isso modificar sua vida e a realidade que vive, qual o impacto dentro da sociedade, tudo teria que ser em proporções ajustadas, pois o humano está deixando de viver sua vida com consciência e procurar os fatos verdadeiros dos valores a serem expressados por um grupo ou outro.

A velocidade do mundo digital vem deixando verdadeiros rastros da falta de responsabilidade com a própria consciência de existir, e estar presente.

A digitalização e a tecnologia não são ruins, de maneira alguma, mas como vem sendo utilizada que pode ser negativo e impactando a vida humana, já existem especialistas que dizem que pela primeira vez na história da humanidade teremos filhos menos inteligentes que os pais, a geração digital está deixando de criar, de estabelecer e verificar, para viver a vida encantada das estradas da virtualização.

A questão é como devemos cuidar de nossa geração, e não deixar isso ocorrer, ser exemplo, realmente procurar informações corretas, e colocar limites.

Fica a pergunta o que estou transmitindo aos meus filhos, parentes e jovens, como poderei modificar tudo isso mantendo uma consciência.


Denise Maratta

Postagem Anterior Próxima Postagem

INVISTA AQUI