OUÇA A RÁDIO GUMA CLIQUE ACIMA

Morre Sérgio K Augusto

  • Músico, cantor e compositor integrou o júri da última Fampop e foi premiado diversas vezes no festival avareense durante os anos 80
JORNAL DO GUMA
Do Fora de Pauta

O produtor cultural Sérgio K. Augusto morreu no domingo, 6, em São Paulo. Ele foi encontrado sem vida em sua residência. Seu perfil no Facebook indica que ele tinha 59 anos.

Rede social
  • Sérgio foi um dos jurados da Feira Avareense da Música Popular (Fampop) realizada em setembro de 2022.
Secretária de Cultura de Avaré emite NOTA DE PESAR pelo falecimento do músico, pela grande relevância a cultura musical em suas inúmeras participações na FAMPOP (Feira Avareense da Música Popular) LEIA AQUI
Referência no setor, o músico e compositor é criador do portal Festivais do Brasil, que reúne os principais eventos de música do país.

O mundo artístico lamentou a morte do festivaleiro. 
“Vá em paz, Sérgio K. Augusto, amigo e parceiro de tantas jornadas”, 
escreveu o cantor e compositor Juca Novaes, fundador da Fampop.

No final da década 1980, o avareense formou um trio com Sérgio e o violinista mineiro Murilo Fonseca.
“Fizemos algumas canções em parceria e participamos de vários festivais no interior de Minas, Paraná e Santa Catarina”, 
conta Juca ao Fora de Pauta.

Fampop

Augusto foi premiado várias vezes no festival avareense entre 1987 e 1990 com as músicas “Oração ao Mar”, “Colagem 60”, “Estrelas Decadentes” e “Um Dia eu Mudo Daqui”. Esta última foi gravada por Novaes no disco “Canções de Primeira -Volume 2”, que reúne canções que passaram pelo palco da Fampop.

A partir dos anos 90, Sérgio K. Augusto passa a se dedicar ao portal, à sua produtora e a projetos musicais país afora.

É pai de Thiago K., cantor e compositor da nova geração que é bastante conhecido no meio festivaleiro. Ambos aparecem na foto acima.

O cantor, compositor e violonista Sérgio K. Augusto têm histórias e experiências na estrada musical. Um compositor talentoso e músico, arranjador criterioso. Quando criança seus prazeres lúdicos era o instrumento musical. E na adolescência após ouvir pela primeira vez as músicas de Chico Buarque encontrou motivação e referencial para começar compor.

Tem canções gravadas por Toquinho, Vanusa, Lula Barbosa, entre outras. Suas principais parcerias são com Tom Zé, Elifas Andreatto, Edu Santhana e Juca Novaes. As canções: “Brasilidade”, “A mão do tempo”, “Oração ao Mar”, “Quando um amor termina”, “Descoberta” e tantas outras receberam inúmeras premiações em Festivais de Música pelo Brasil.

Tornando Sérgio um dos maiores vencedores de festivais de todos os tempos. Ele pegou gosto pelos eventos que em 1999 criou o site: Festivais do Brasil (www.festivaisdobrasil.net) e presta consultoria para os Festivais. Ele é arranjador e produtor de cds, especialmente os de festivais de música

NOTA DA REDAÇÃO

Dentre os mais de 40 CDs de Festivais de Música que produziu destacam-se os CDs: “Viola de todos os cantos” da Eptv (Rede Globo do interior de São Paulo e Sul de Minas), Festival de Avaré-SP (vários), Ilha Solteira-SP (vários), Itumbiara (GO), Jales e do Femp de São José do Rio Pardo – SP e muitos outros.
Postagem Anterior Próxima Postagem

INVISTA AQUI