sexta-feira, 25 de agosto de 2017

DICAS PARA UMA BOA REDAÇÃO


A redação do Enem é um dos momentos mais temidos pelos candidatos que vão fazer a prova. 
Além das dúvidas de gramática e estruturais, existem uma série de fatores que preocupa quem presta o Enem.
LEIA MAIS⇩

Fazer uma redação não é fácil, realmente. É preciso entender uma grande diversidade de argumentações e temas diferenciados (já que o tema do Enem é sempre surpresa).
Uma das principais dúvidas dos candidatos é em relação a parte estrutural da redação. Introdução, desenvolvimento e conclusão.
Cada um desses momentos tem a sua devida importância para o bom resultado final. Mas a introdução ainda tem um peso a mais, afinal é nas primeiras linhas que você prende a atenção do avaliador.
Saber como fazer uma introdução é o primeiro passo para se dar bem na redação do Enem. Por mais que o desenvolvimento e a conclusão fiquem excelentes, se a introdução for fraca o avaliador pode perder o interesse.
É preciso causar uma primeira boa impressão e você têm apenas algumas linhas para fazer isso, por isso use-as com cuidado.
Existem algumas dicas que podem ajudar na hora de elaborar uma introdução nota mil para esta tão importante redação. Confira as dicas.

Como fazer uma introdução MUITO BOA no Enem

A introdução, como o próprio nome já diz, é onde você deve introduzir o tema e o assunto que será abordado pelo seu texto. É importante que a introdução seja simples, dinâmica e coerente.
Um erro muito comum cometido pelos candidatos é exagerar na introdução e acabar inserindo partes do desenvolvimento nela. O que é colocado na introdução é o que será desenvolvido dentro do texto.
Portanto lembre-se que tudo que é citado neste momento deve ser desenvolvido no texto depois. Não fale sobre dados, sobre estatísticas ou fatos que você não tem certeza e não conseguirá desenvolver depois.
Simples e objetivo. Lembre-se sempre disso. Um exemplo bem simples de uma introdução seria:
“Gatos são animais fofos. Porém, cuidar deles dá trabalho”.
Durante o desenvolvimento desta redação, o primeiro parágrafo deve explicar o porque que os gatos são fofos, já o segundo parágrafo deve explicar porque cuidar deles dá trabalho. Note que a primeira frase da introdução é dissertada no primeiro parágrafo do desenvolvimento e assim por diante.
Essa regrinha básica ajuda na hora da “Organicidade” um dos fatores mais relevantes para calcular a nota final da redação. Lembre-se sempre disso e as suas chances de tirar uma boa nota aumentam ainda mais.
Bom, com essa primeira dica primordial de como fazer uma introdução esclarecida, vamos para alguns outros pontos importantes da introdução:
Pense em uma palavra chave para o seu texto
Ao ler o tema do texto e começar a imaginar como ele será montado, tente pensar em uma palavra chave. Tal como redações para a Web, a introdução deve conter a palavra chave escolhida.
A palavra chave deve ser como uma síntese do tema proposto na prova. Use-a na introdução como uma forma de apresentar o ponto fundamental da sua argumentação para quem estiver lendo o texto.
Esclareça qual é o seu ponto de vista
Aproveitando o conceito de simplicidade e objetividade de uma redação, lembre-se de ser bem claro em relação ao seu ponto de vista sobre o tema. Você concorda? Discorda? Defende algum dos lados?
A sua posição em relação ao tema deve ser expressada na introdução. Não tente criar mistério ou ficar em cima do muro. Seja claro e objetivo no que você acha, isso não apenas instiga o leitor, mas também evita que o desenvolvimento fique enrolado.
Não tenha medo de expressar o seu ponto de vista em relação ao tema, afinal o objetivo da redação é convencer o leitor sobre a sua maneira de pensar.
Não tenha pressa
Como dissemos logo acima, um dos truques de saber como fazer uma introdução excelente é saber não misturar os tempos da redação.
Não tente apresentar soluções para o problema proposto já na introdução. Isso é trabalho para a conclusão. Organicidade é muito importante para a sua nota.
Cuidado com os clichês
Tente não usar chavões, gírias e ditados durante a introdução. Coisa como “nos dias de hoje”, “a esperança é a última que morre”, “só sei que nada sei”, “água mole e pedra dura…”, e qualquer outro ditado, são malvistos pelos corretores e podem fazê-los perder interesse antes mesmo de começar a entender a sua ideia.
Tente contextualizar a sua ideia
Uma boa maneira de prender a atenção do leitor a sua redação é tentar contextualizar o tema.
Esta contextualização pode ser feita de forma histórica, social, estatística ou com dados de especialistas da área. Ao fazer esta contextualização com esses dados você demonstra um alto nível de conhecimento sobre o assunto.
Mas lembre-se que você nunca deve falar dados ou informações sem ter certeza. Nada de inventar ou tentar chutar.
Sempre cite as suas fontes
Complementando o item acima, este passo dá credibilidade ao seu texto. Se você citar algum dado ou estatística, cite a fonte de pesquisa. Se não fizer isso o texto pode ficar parecendo inventado.
O mesmo serve para frases de outros autores. Sempre cite a fonte da frase, nunca se esqueça disso. Além de baixar a sua nota, é possível que você também seja acusado de plágio. Portanto, muito cuidado.
Tente fazer questionamentos em sua introdução
Uma maneira de instigar o leitor a ler o seu texto e seus argumentos com atenção é criando questões logo na introdução.
Tente transformar o tema ou a sua ideia em alguma questão. Essa questão deve ser desenvolvida durante o texto e respondida na conclusão.
Apesar de ser uma poderosa dica de como fazer uma introdução, é importante saber usar esta técnica. Caso você crie perguntas e não as responda, a redação será considerada incompleta e a sua nota pode cair.
Não extrapole os limites
Ao fazer uma introdução para a prova do Enem é importante lembrar que você tem apenas 30 linhas para desenvolver o seu argumento. Se a introdução ficar muito longa o resto do texto não caberá na folha.
Um bom tamanho para a introdução da redação, de maneira geral, é  duas a três frases. Essas frases devem estar distribuídas em cinco ou seis linhas. Este espaço é o suficiente para criar uma introdução completa.
Essas são as dicas básicas de como fazer uma introdução de redação de alta qualidade. Prestando atenção nesses pontos e cuidando da gramática pode ter certeza que a sua introdução será nota 1.000!