quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Avareense Mariana Zink dupla personagem da animação “Dragon Ball Super”


A figura extravagante acaba de surgir em meio ao que parece ser uma batalha. Baixinho, multicolorido, cabeça ovalada, voz infantil e mais parecendo uma gueixa robótica, ele está perto de causar risos. “Mas quem é ele?”, pergunta um dos personagens. “O grande Zen-Oh, a entidade que está acima dos 12 universos”, responde alguém.
LEIA EM MAIS INFORMAÇÕES↙


A informação muda completamente os semblantes. Alguns se prostram no chão, num misto de reverência e temor. Outros são mais sutis, embora o receio exale pelos poros. “Espero que esteja passando bem”, deseja um dos combatentes. A subserviência é total. E olha que Zen-Oh está entre os Deuses da Destruição.
Se o leitor acompanha “Dragon Ball Super”, animação japonesa exibida no Brasil pela Cartoon Network, já deve estar habituado aos poderes da figurinha estranha. O que você talvez não saiba é que a voz aguda do personagem é feita pela avareense Mariana Zink.
Formada em Artes Cênicas pela Unicamp, Zink é dubladora há sete anos e hoje vive em São Paulo. A profissão entrou na vida da atriz por acaso. Durante a faculdade, ela se voluntariou para um trabalho da turma de cinema, cuja missão era gravar uma dublagem. Após o exercício, uma colega elogiou a atuação da avareense e sugeriu que ela se aprofundasse no assunto.
Assim que concluiu o curso, Mariana deixou Campinas e seguiu para a capital paulista, onde começou a estudar a profissão paralelamente à atuação no teatro. Curiosamente, Zink precisou recorrer a uma fonoaudióloga para melhorar a dicção em razão do costume de falar muito rápido, resquício do sotaque caipira.
Receptividade
Zen-Oh já é um marco na carreira da atriz. Embora tenha dublado vários desenhos infantis, esse é seu primeiro personagem que é reconhecido no ato. “Nossa. Você faz “Dragon Ball”? Que da hora!”, conta Zink sobre a reação das pessoas. DO FORA DE PAUTA