Carros da Ford sofrem forte desvalorização com fim da fabricação no Brasil

JORNAL DO GUMA "AUTO FALANTE ESPECIAL"


A decisão da Ford em abandonar a produção de carros no Brasil está provocando uma desvalorização forte nos dois principais modelos da montadora, o EcoSport e o Ka. No primeiro modelo a defasagem nos preços de dezembro a fevereiro chega a 9,35%, enquanto as versões hatch e sedan do Ka desvalorizaram 8,52% e 3,37%, respectivamente.

É o que aponta um levantamento feito pela Kelley Blue Book, empresa especializada em avaliações na indústria automotiva.

+ Ford vai fechar 160 concessionárias e terá de brigar pelas lojas que vão restar

+ Tem um seminovo da Ford? Especialista dá dicas sobre o que fazer

+ Ford lança Ranger 2022 e ‘pede’ confiança aos brasileiros

Já a Mobiauto, startup que auxilia na compra e venda de carros, apontou que entre os 30 modelos mais vendidos entre as montadores em fevereiro, o Ka era o único representante da Ford e foi listado na posição 30°, com 1.488 unidades negociadas.

O Ford Ranger ocupou a 34ª colocação, vendendo 1.305 unidades zero km – foram 1.926 unidades em janeiro.

O EcoSport caiu para a 53ª posição, vendendo apenas 526 unidades, enquanto o Ka Sedan aparece na posição 64°, com 280 unidades vendidas.

ISTO É