quinta-feira, 9 de maio de 2013

JORNAL DA CIDADE

COMUNIDADE
HONRARIA 
Padre Tarcísio é cidadão avareense
A maior honraria que o Poder Legislativo local pode conferir a uma pessoa, foi dada ao Pe Tarcísio de Oliveira Pinto, através de decreto legislativo aprovado por unanimidade e de autoria do vereador Marcelo José Ortega (PV).
A escolha de Pe Tarcísio se deu pelos relevantes serviços prestados à sociedade avareense na área religiosa e social. Sacerdote católico e pároco do Santuário Nacional de Nossa Senhora das Dores, tradicionalmente conhecido como Igreja Matriz, o religioso reside e trabalha há quase 12 anos na cidade e durante esse período marcou sua trajetória com obras físicas e sociais.
Querido por toda a cidade, Pe Tarcísio tem laços com membros de outras religiões e um relacionamento exemplar com as instituições.
Breve histórico
Após mais de uma década atuando em Avaré, o jovem pároco de Nossa Senhora das Dores centrou seus esforços, primeiramente, na conservação e no restauro do Santuário, edifício declarado bem cultural do município, considerando a variedade de seu patrimônio nos quesitos histórico, artístico e arquitetônico.
Atendo às necessidades das comunidades eclesiais situadas na periferia, padre Tarcísio incentivou e apoiou a construção das Capelas São Roque e Santo Expedito, respectivamente situadas nos bairros Duílio Gambini e Santa Mônica.
Inclinado a desenvolver obras para melhor atender sua paróquia, reformou e ampliou o antigo salão Tonovo, transformando-o no moderno Centro Pastoral Monsenhor Celso. Ali, além das atividades catequéticas, há espaços para reuniões comunitárias e, nas suas dependências, são regularmente servidas refeições para pessoas carentes, o que denota a atenção do pároco para as questões sociais.
Também recentemente construiu as instalações da Secretaria Paroquial para melhor atender os serviços da comunidade.Além do mais, imitando os seus antecessores, padre Tarcísio dá atenção aos internos de instituições assistenciais como o Lar S. Vicente de Paulo, o Lar São Nicolau e a Santa Casa de Misericórdia, onde oficia a liturgia com regularidade, faz visitas e busca encaminhá-los espiritualmente.