Homem é preso suspeito de armazenar e compartilhar imagens com conteúdo pornográfico de crianças e adolescentes

Polícia prende em Avaré alvo de operação nacional contra pedofilia
Pedofilia: homem vivia em hotel há 10 anos


Policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) prenderam em flagrante o único alvo em Avaré e região da Operação Luz da Infância 2, realizada hoje, dia 17, em âmbito nacional com o objetivo de combater a podofilia.
A ação ocorreu durante cumprimento de mandado de busca e apreensão. Hóspede de um hotel na cidade, W. M. A., de 46 anos, foi localizado no apartamento com vasto material que pode comprovar seu envolvimento com a exploração sexual de crianças e adolescentes.
Um computador e um celular armazenavam diversas fotos de pornografia infantil. Também foram apreendidas mídias cd’s e dvd’s, bem como pendrives e cartões de memória que serão avaliados pela perícia.
Entre os materiais apreendidos havia também dezenas de brinquedos infantis, como bonecas e patins, além de artigos de beleza feminina e itens de maquiagem, bem como doces. Todo esse material, segundo os policiais, provavelmente era utilizado para aliciar as vítimas. Será investigado se W. M.A. atraía menores para o apartamento.
O suspeito estava sendo monitorado pelo centro de inteligência da operação, que no Estado de São Paulo era coordenado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A Polícia Civil de Avaré cooperou com o cumprimento do mandado e efetiva prisão do envolvido.
W.M.A. será conduzido ao Plantão Policial para a lavratura do auto de prisão em flagrante e após a audiência de custódia deverá ser transferido para uma das unidades prisionais do Sistema Penitenciário.

Operação Nacional

A Operação Luz da Infância 2 é coordenada pelo Ministério Extraordinário da Segurança Pública e acontece em 24 estados e no Distrito Federal. Em todo o país são 579 mandados de busca e apreensão com vistas a desmantelar rede envolvida em crime de exploração sexual de crianças. No ano passado, a primeira etapa da operação prendeu 112 pessoas. O foco foi o compartilhamento de imagens pela internet.
O Código Penal considera crime a relação sexual ou ato libidinoso (todo ato de satisfação do desejo, ou apetite sexual da pessoa) praticado por adulto com criança ou adolescente menor de 14 anos.
Além disso, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) afirma que também é crime o ato de “adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente.”

Da assessoria de imprensa da polícia de Avaré.


MAIS INFORMAÇÕES

Um homem de 46 anos foi preso suspeito de armazenar e compartilhar imagens com conteúdo pornográfico de crianças e adolescentes hoje, dia 16, em um hotel no bairro São Luís, em Avaré, durante a operação Luz da Infância 2, deflagrada em todo o país.
No quarto em que o suspeito morava sozinho há 10 anos, a Polícia Civil encontrou dezenas de fotos de menores, potes com balas, diversos brinquedos e caixas de jogos infantis. Segundo a polícia, há indícios de que ele usava os doces e os brinquedos para aliciar crianças.
A maior operação de combate à pornografia infantil do país prendeu 197 pessoas em flagrante até as 15h desta quinta-feira, segundo o Ministério Extraordinário da Segurança Pública. São cumpridos 578 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal e em 24 estados.
A ação é coordenada pelo Ministério Extraordinário da Segurança Pública e realizada pelas polícias civis de cada estado.
Segundo a Polícia Civil de Avaré, no local foram apreendidos CDs, pen-drives, cartões de memórias e um computador com conteúdo pornográfico infantil.
Ainda segundo a polícia, o homem foi preso em flagrante e levado à delegacia da cidade. Ele deve passar por audiência de custódia nesta sexta-feira e, se condenado, ele pode pegar 4 anos de prisão.

DE OGUNHÊ
Postar um comentário

INSTAGRAM

INSTAGRAM
Copyright © REDE GUMA. Designed