PROGRAMA DE NEGÓCIOS - Planejar o seu negócio é fundamental - parte 1



Fazer um plano de negócios é a melhor forma de você visualizar tudo o que a sua empresa precisa para se estabelecer, se manter e crescer, ou seja, funcionar desde a compra de materiais junto aos fornecedores até o atendimento ao cliente, com a entrega do produto ou finalização de um serviço.

Com o plano de negócios, você vai verificar não os desafios de começar seu negócio, mas os de manter e almejar bons resultados a médio e longo prazos. Vamos adiantar um pouco o conceito para você ir se aquecendo.

Exercício de planejamento:

1 – Seu empreendimento

Nome:

Razão Social:

Sócios:

Endereços:

Telefones para contato:

E-mail:

Site:


2 – Descrição geral do negócio
- Concorrentes: Quem são eles? Onde eles estão? O que oferecem de diferente? Eles cobram mais ou menos que você?

- Clientes: Quem são eles? Que idade a maioria tem? Onde moram? Como você chegará até eles? Eles são ricos, pobres ou classe média?

- Fornecedores: Você tem quantos fornecedores? Eles fornecem o que você precisa a preços justos e com boas condições de pagamento?

- Matéria-prima: Quais as quantidades necessárias de matérias-primas, produtos ou mão de obra para atender seus clientes de acordo com as suas necessidades mensais, trimestrais, semestrais ou anuais? Para responder a essa pergunta, você tem que tomar cuidado com o excesso, que pode se transformar em prejuízo. Algumas matérias-primas compradas em grande quantidade e estocadas por muito tempo podem estragar.

- Preços: Qual o preço praticado no mercado dos produtos ou dos serviços que você irá oferecer?

- Vendas: Como são vendidos pelos seus concorrentes os produtos, como eles chegam aos clientes: por lojas, motoboys, carrinhos de rua, sacoleiras? Você pretende montar um pequeno comércio? Quais as despesas que terá com o início de um negócio? É possível fazer a venda pela internet? Você tem estrutura para fazer a venda pela internet? Como faria a entrega de seus produtos: pessoalmente, pelo correio ou por uma empresa especializada? Quanto gastaria com a entrega?

- Prestação de serviço: Como você oferecerá seus serviços: de casa em casa ou em espaço alugado? Quanto precisa para alugar um espaço para seu negócio? Com quais despesas terá de arcar no caso de aluguel de um espaço, como luz, telefone, água etc.?

- Operacional: Que máquinas e equipamentos você precisa? Quanto tempo eles duram? Quanto eles custam? Quanto custa a sua manutenção?

- Estratégia de marketing: Como você vai seduzir clientes para o seu negócio? Como você fará a propaganda de seus produtos e serviços? Vai distribuir panfletos? Mandar e-mails? Distribuir brindes? Participar de alguma feira ou festa da cidade? Quais os gastos que você terá com essas ações?

- Tributos: Trabalhar na informalidade (sem registrar seu negócio) pode ser mais barato, mas nem sempre é mais vantajoso. Ter o seu negócio legalizado faz com que você, ao mesmo tempo, passe mais confiança aos seus clientes e preste serviços ou venda seus produtos a compradores maiores e melhores, que pedirão que você emita nota fiscal. Por outro lado, o registro exige o pagamento de tributos. Não se esqueça de incluir nesse item sua contribuição individual na Previdência Social (INSS), que lhe garante benefícios como auxílio-doença, aposentadoria, entre outros. Informe-se a respeito disso no site da Previdência Social: www.previdenciasocial.gov.br


Acompanhe nossa série sobre EMPREENDEDORISMO toda quarta e sexta.
Edição: Fernanda Castellucci

INSTAGRAM

Copyright © REDE GUMA. Designed