Avareense de 70 anos é vitima de golpe bem planejado e perigoso

O avareense BTH de 70 anos passou por momentos difíceis algum tempo atrás, ao ser vitima de um golpe muito bem planejado e estruturado que lhe causou não somente um prejuízo financeiro considerável (em torno de 14 mil reais). mas também um grande abalo emocional.

    Peça que segundo os golpistas teria sido trocada

Na tarde de 17 de setembro de 2019 trafegava com seu veiculo Toyota Etios ano 2016/2017, quando ouviu um barulho, estacionando logo em seguida na Rua Minas Gerais em frente ao numero 1208. Neste instante parou ao lado uma camioneta de cor preta, cabine dupla e seu condutor disse
 “... está saindo fumaça do motor...”
 e seguiu em frente.
A vitima então desceu do veiculo e foi abordado por uma pessoa que se apresentou com mecânico na VW (concessionária) oferecendo ajuda.
Ao fazer “uma verificação” no automóvel, o suposto mecânico, perguntou a vitima se tinha seguro do automóvel. Bastante tenso com a situação, acabou informando que sim e inclusive passou o numero da apólice.
Com uma boa estratégia foi simulada então, uma ligação telefônica a seguradora (que depois se verificou nem aconteceu de fato), momento em que chega mais um dos autores do golpe.
Se identificando como eletricista de auto, deitou embaixo do veiculo da vitima e diagnosticou queima do módulo eletrônico e o valor para troca 3.820,00 que poderia ser pago no cartão de credito, com ressarcimento pela seguradora de 98% do valor pago.
A vitima, totalmente envolvida pela ação arquitetada pelos meliantes, acabou por tomar um prejuízo no montante de mais 14 mil reais, devido a clonagem de seus dois cartões que foram "passados" nas máquinas devidamente preparadas pelos golpistas.
Com a informação de não ter conseguido receber devido a problemas no passar o cartão (dois cartões), pediu-se a CNH da vitima, endereço etc, e informaram que o mesmo seria procurado para então saldar a divida e que o carro estava arrumado.

  • Após o momento de tensão, a vitimas resolveu então levar o veiculo ao seu mecânico de confiança, que informou nada ter sido feito em seu automóvel. Diante disso foi informado ter sido enganado (golpe).

Na sequencia e já ciente de ter sido vitima de um golpe, resolveu fazer o Boletim de Ocorrência, onde registrou os fatos e esta agora ainda em discussão com duas operadoras de cartão de crédito para a devolução das importâncias.

Postar um comentário

0 Comentários