sábado, 20 de junho de 2020

TV AVARÉ - PONTO MIS - "# MISEMCASA" - " À meia-noite levarei sua alma" RAL - #MISemCASA | Programação da semana | 15 a 21.06.2020



Em comemoração ao Dia do Cinema Nacional, o Bate-papo de Cinema desse sábado, 20.06, homenageia o trabalho de um dos maiores diretores brasileiros José Mojica Marins, com a exibição de um de seus clássicos: À meia-noite levarei sua alma (Dir. José Mojica Marins, Brasil, 1964, 84min, 16 anos). A sessão, realizada em parceria com a SPCine Play, acontece gratuitamente às 16h e será seguida por bate-papo ao vivo no canal do MIS, às 18h.
Participam da conversa, que tem mediação de Carlos Primati (pesquisador especializado no cinema fantástico), os jornalistas e biógrafos de Mojica, Ivan Finotti e André Barcinski; Paulo Biscaia (diretor, roteirista e editor de cinema) e Marcelo Miranda (jornalista, crítico de cinema, pesquisador e programador).

SOBRE O FILME
O filme À meia-noite levarei sua alma foi lançado em 1964 e atualmente faz parte da lista dos 100 melhores filmes brasileiros de todos os tempos feita pela Abraccine. O longa conta a história do cruel agente funerário Zé do Caixão que vive a obsessão de encontrar a mulher superiora, capaz de gerar o filho perfeito e perpetuar o seu sangue. Para isso, não hesita em matar todos que ousam interferir em seu plano.
José Mojica Marins (1936-2020), mais conhecido como Zé do Caixão (seu personagem mais famoso), era ator, diretor e roteirista cinematográfico brasileiro. É considerado o "pai" do terror nacional, tendo sua obra grande importância para o gênero, influenciando várias gerações. Mojica desenvolveu um estilo próprio de filmar que, inicialmente desprezado pela crítica nacional, passou a ser reverenciado após seus filmes começarem a ser considerados cult no circuito internacional. Em 2015, o MIS realizou uma exposição em homenagem ao diretor, que celebrava sua obra com diversos itens pessoais e uma expografia inspirada em sua trajetória e em seu personagem principal.



O cruel e sádico coveiro Zé do Caixão, temido e odiado pelos moradores de uma cidadezinha do interior está obcecado em conseguir gerar o filho perfeito, aquele que possa dar continuidade ao seu sangue. A sua mulher não consegue engravidar e ele acredita que a namorada do seu melhor amigo é a mulher ideal que procura. Violada por Zé do Caixão, a moça quer cometer suicídio para regressar do mundo dos mortos e levar a alma daquele que a violou


SOBRE O #MISEMCASA
A campanha #MISemCASA traz conteúdos em diferentes formatos em todas as plataformas digitais do MIS. A ação acontece em conjunto com o #Culturaemcasa, desenvolvido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa, por conta da orientação do Centro de Contingência do Covid-19 – que determinou que os equipamentos culturais do Governo do Estado de São Paulo tenham seu funcionamento suspenso temporariamente. Conheça a ação #culturaemcasa: cultura.sp.gov.br/culturaemcasa/.
O MIS agradece aos patrocinadores e apoiadores da programação 2020, que também apoiam a iniciativa digital #MISemCASA: Youse (patrocínio máster), DENSO Brasil (patrocínio), Kapitalo Investimentos (patrocínio), Cielo (patrocínio), e TozziniFreire Advogados (apoio institucional).


S e r v i ç o

#MISEMCASA
REDES
museudaimagemedosom
@mis_sp
@mis_sp
/missaopaulo
Museu da Imagem e do Som – MIS
Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo| (11) 2117 4777 | www.mis-sp.org.br


  • PONTO MIS AVARE  14 9977466933