PREFEITO DE TAQUARITUBA COBRA RESPONSABILIDADE DA POPULAÇÃO


Prefeito Bola divulgou vídeo na manhã de hoje, em que mostra grande preocupação com a falta de adesão do taquaritubense quanto a quarentena
José Clovis de Almeida, o Bola, postou na página do Facebook da prefeitura, na manhã desta quinta-feira, 4, críticas pelo relaxamento excessivo da população e ameaçou multar comerciantes e retroceder na flexibilização. No vídeo, o prefeito deixa claro sua preocupação com a falta de UTIs na região e principalmente com o risco de ter de retroceder quanto as normas de retomada da economia.
Segundo o prefeito, a região Sudoeste Paulista vem sofrendo com o aumento dos casos de contaminados e a população está de volta com força às ruas e muitos não estão utilizando as máscaras de proteção. 
“Já foi muito difícil a flexibilização, agora nós precisamos agir com responsabilidade. A mesma caneta que flexibilizou, assina o decreto para revogar"
 (a flexibilização) ameaçou o prefeito Bola.
"A prefeitura de Taquarituba produziu e entrega de porta em porta à população, 30 mil máscaras, e estão brincando e saindo de casa sem máscara?!”, 
exclamou o prefeito e disparou 
“se você não tem amor à sua vida, pelo menos respeite a vida do próximo”, 
disparou.
Temendo Taquarituba (foto acima) ter de voltar para faixas menos flexíveis e enfatizando sua preocupação, o prefeito disse que entrou em contato com a associação comercial, 
“estou preocupando em vir ordem do governo estadual para suspendermos a flexibilização. Será que custa colaborar para que a gente possa avançar?!”
O prefeito alega que vilas e bairros da cidade não aderiram à quarentena e estão nas ruas e muitos comerciantes podem ser multados por estarem coadunando com os irresponsáveis e permitindo que clientes adentrem ao comercio sem a devida proteção, 
“a multa é de R$ 600,00 e podemos até fechar o comércio”, 
ameaçou Bola.
“Se continuar com a gente está vendo aí, será inevitável a revogação da flexibilização”, 
declarou o prefeito. A grande crítica é quanto aos bares da cidade, como os da Praça São Roque, que estão servindo produtos nos interiores dos estabelecimentos, com clientes sem máscaras, 
“isso é um absurdo. Vamos colaborar!”, 
disparou Bola, lembrando que o hospital local tem somente um respirador à disposição.
Pedindo a união de forças à população, Bola revelou que uma reunião entre autoridades regionais está sendo articulada para acontecer nos próximos dias, para que possa traçar um plano regional e unir forças para que o Sudoeste Paulista possa avançar na flexibilização.
A coordenadora da Saúde, Natali Fonseca participou do vídeo, ao lado do prefeito e corroborou com a preocupação do prefeito, 
“é doído ver nas ruas as pessoas sem máscaras”, 
disse. Quanto aos casos de Covid-19, a coordenadora disse que há 7 casos positivos na cidade, com 6 já curados.
Confira o “puxão de orelhas”, de prefeito e coordenadora: 


DO SUDOESTE PAULISTA