Prova de vida: INSS prorroga novamente a obrigatoriedade do procedimento

JORNAL DO GUMA

Do BolaVip

Mais uma reviravolta no INSS (Instituto Nacional do Seguro Social)! A obrigatoriedade sobre a prova de vida já estava marcada como certa pelo órgão, porém, a decisão teve que ser revogada em razão dos perigos de contaminação da variante Ômicron. O instituto chegou a divulgar um calendário de vencimentos do procedimento, que precisou ser temporariamente suspenso.

     Da divulgação

Final do ano o INSS prorrogou a suspensão do bloqueio de aposentadoria para quem não realizar a prova de vida. A portaria responsável pelo anúncio já foi devidamente publicada no Diário Oficial da União (DOU). O documento altera as datas estabelecidas em ato anterior para que se desse início ao bloqueio dos salários previdenciários, caso houvesse negligência com o calendário oficial.

Assim, a portaria estabelece que o segurado ou beneficiário do INSS passe a ter o benefício em questão suspenso somente de junho de 2022 em diante para aqueles que não realizaram a prova de vida no mês de aniversário do titular do benefício. Segundo a determinação anterior, o bloqueio já estava previsto para, a partir do próximo mês.

A prova de vida precisa ser realizada de forma presencial no banco de escolha do beneficiário responsável pelo pagamento. Também é possível fazer o exame por atendimento eletrônico, através de biometria facial ou digital. Mesmo deixando de ser obrigatória, as instituições financeiras não deixaram de realizar a prova de vida. Caso algum beneficiário esteja com a prova de vida vencida, não é necessário esperar até o ano que vem para regularizar a situação.

Leitura recomendada: