OUÇA A RÁDIO GUMA CLIQUE ACIMA

Remoção de tatuagem: caso recente levanta a questão


JORNAL DO GUMA

  • Giancarlo Pincelli, CEO da Hell Tattoo e formado em biomedicina, comenta sobre como remover uma tatuagem

Segundo estudo feito no Reino Unido, no Royal Blackburn Hospital, mais de um terço das pessoas que são tatuadas se arrependem do que fizeram. “Remover uma tatuagem nem sempre é um bicho de sete cabeças. Sempre digo que a remoção é um tratamento e que os resultados podem demorar um pouco para aparecer e que o pós-tratamento é fundamental para um tratamento eficaz”, explica Giancarlo, biomédico e CEO da Hell Tattoo.

Giancarlo é um dos maiores nomes brasileiros quando o assunto é remoção de tatuagem. Para o Biomédico , qualquer tatuagem pode ser removida. “A remoção é possível. Normalmente se pensa que é difícil remover uma tatuagem, mas na maioria dos casos não é tão complicado”, diz.

Tatuagem à força

Em Outubro, a Polícia Federal (PF) prendeu o empresário Thiago Brennand, de 42 anos, em Abu Dhabi. Thiago é acusado de tentativa de feminicídio, corrupção de menores e lesão corporal. O empresário forçou uma vítima a tatuar a logo das suas iniciais no corpo.

Os crimes de Thiago teriam acontecido na mansão de Brennand em um condomínio de luxo de Porto Feliz, no interior de São Paulo, e as eventuais ações penais do caso envolvendo a mulher vão correr no fórum da cidade. O tatuador que fez a tatuagem à força na vítima, a pedido do empresário, foi denunciado por tortura e lesão corporal gravíssima. Como o processo está sob sigilo, ele não teve o nome divulgado.

O advogado Dr Ilmar Muniz comenta que ambos (o tatuador e Thiago) terão que responder por crime de tortura e lesão corporal. “A partir do momento que o tatuador sabe que a tatuagem feita será contra a vontade da pessoa, podemos encaixar no crime de lesão corporal, além de tortura”, diz.

Segundo o art. 1º, II da Lei Nº 9.455, é crime submeter alguém, sob sua guarda, poder ou autoridade, com emprego de violência ou grave ameaça, a intenso sofrimento físico ou mental, como forma de aplicar castigo pessoal ou medida de caráter preventivo. Já o crime de lesão corporal está inserido no capítulo dos crimes contra a vida, no artigo 129 do Código Penal, que pune a conduta de alguém ofender a integridade física ou a saúde de outra pessoa.

“A tatuagem feita à força é como uma normal. Pode-se retirá-la da mesma forma. Uma boa forma é a remoção a laser, por exemplo”, explica Giancarlo Pincelli.

Prejuízos de uma tatuagem mal feita

Para Giancarlo, da Hell Tattoo, os principais malefícios que podem causar uma tatuagem mal realizada, seja ela consensualmente à força, são vastos:

“Pode-se ter uma reação alérgica à tinta usada; Coceira, inflamação e descamação local quando a região é exposta ao sol; Formação de quelóides, que são cicatrizes com relevo e inchaços ou até mesmo contaminação de vírus de doenças como Hepatite B ou C e AIDS”, explica Giancarlo.

O Biomédico comenta como uma tatuagem feita à força ou que não agrada o paciente pode ser resolvida. “Atualmente há diversas formas de remover a tatuagem. Existem os procedimentos a laser, dermoabrasão, método cirúrgico, criocirurgia e peelings químicos. Com um bom profissional é possível remover a tatuagem indesejada”, conclui o especialista.

Giancarlo atua na clínica Beleza e Laser Hell Tattoo, referência no país que conta com lasers de alta intensidade e equipamentos de ponta que ultrapassam a marca de milhões de dólares, além de uma equipe altamente qualificada para o atendimento adequado a cada cliente.

Postagem Anterior Próxima Postagem

INVISTA AQUI