MORRE ESTELA GAMBINI


A Artista Plástica falecida no final do mes passado (de branco) com Castorina Rodrigues, em momento 
do Chá do Artista (em sua homenagem) em Abril de 2016 CLIQUE AQUI: Foto de Fernanda Castellucci ( Rede Guma ) 

Faleceu no último dia 22 de novembro, aos 84 anos, a artista plástica avareense Estela Gambini, que foi considerada nos anos 1980 como a maior aquarelista do Brasil. Muitas pessoas, entretanto, incluindo amigos e figuras do meio cultural, não souberam do seu passamento.
Filha do poeta Duílio Gambini e de Luiza Tereza Montebugnoli, Estela nasceu em 26 de setembro de 1934. Ainda menina, estimulada pelo pintor José Ismael, demonstrou vocação para o desenho. Na juventude, estudou pintura na Associação Paulista de Belas Artes, com o artista plástico italiano Sante Bullo (1895-1987), um dos gênios da aquarela e do desenho.
Amante da música clássica como o maestro Amilcar Montebugnoli, seu tio materno, Estela estudou piano, tendo como mestre Fritz Yank. Aliás, ela tomou parte, em 1959, tocando na cerimônia inaugural da Concha Acústica, ao lado do consagrado pianista João Carlos Martins. Por alguns anos a artista se dedicou ao magistério lecionando em Águas de Santa Bárbara.
Apaixonada pelo colonial brasileiro, a aquarelista produziu muito e expôs em diversos salões promovidos em São Paulo e numa mostra no Peru. Além de igrejas e casarões barrocos, ela também pintou cenários de Avaré. Discreta, numa de suas raras declarações, afirmou: “Embevecida, enlevada ante a beleza da natureza, pelos tons e semitons do arco-íris, em suas cores azuis, lilases, verdes, vermelhas, amarelas, num ímpeto de inspiração, tomo do pincel e, vibrando, transformo tudo em aquarelas!”

(Colaborou Gesiel Júnior para O Victoriano)
Postar um comentário

INSTAGRAM

INSTAGRAM
Copyright © REDE GUMA. Designed